O caso deverá ser investigado pela Dpca. (Foto/Divulgação PC-MS)

Uma menina de 12 anos confidenciou a irmã através de mensagem por aplicativo de mensagem que o padrasto a estuprava. A irmã acionou a polícia que realizou a prisão em flagrante do suspeito por estupro de venerável.

Em relato as autoridades o pai da criança disse que a menina mora com a mãe, do qual é separado, junto ao homem de 45 anos que seria o padrasto no bairro loteamento Cristo Redentor em Campo Grande. Na sexta-feira (31), a menina teria mandado um áudios para a irmã no WhatsApp, contando que o padrasto tinha beijado a vítima na boca e no pescoço e ainda dito que a amava.

Ao irem até a residência encontraram a menina em estado de choque, com muito medo do homem ela disse que ele fazia isso sempre que bebia.

O suspeito foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). O caso deve ser encaminhado para a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), onde a vítima será ouvida.

Comentários