(Foto: divulgação: Ascom PMCG)

Atender as necessidades e incentivar os usuários a consumirem alimentos saudáveis e de boa qualidade também faz parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) das unidades de CRAS, CC’s e CCI’s. A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), oferece alimentação em todas as 21 unidades de Centro de Referência de Assistência Social e em os 4 Centros de Convivência, para cerca de 2,5 mil crianças. O cardápio é preparado de acordo com a faixa etária deste público, para atender as necessidades nutricionais em cada fase da vida. Nessas unidades da SAS são servidas duas refeições; nos Cras, para o público infantil, a alimentação é oferecida no contraturno escolar. 

Todas as unidades seguem à risca os parâmetros para manter a qualidade do Serviço de Fortalecimento de Vínculos, além de experiências socioeducativas, dinâmicas, cultivo de hortas, oficinas e diversas atividades físicas e lúdicas. A alimentação é prioridade para o desenvolvimento e qualidade de vida dos frequentadores.

Crianças em vulnerabilidade social são assistidas com alimentação saudável na SAS

De acordo com a nutricionista da SAS, Claudia Lindemayer, o cardápio é elaborado semanalmente considerando a aceitabilidade, a variedade e as combinações de preparo. “Nós somos uma equipe composta por quatro nutricionistas, todos os alimentos têm as especificações exigidas em edital, antes do recebimento é feito uma verificação prévia para averiguar se o fornecedor cumpriu as exigências, sempre priorizando a qualidade nutricional e balanceada dos alimentos e o bem-estar dos usuários”.

Crianças em vulnerabilidade social são assistidas com alimentação saudável na SAS

Os alimentos secos como farinha de trigo, arroz, feijão, óleo são distribuídos mensalmente direto do almoxarifado da SAS. Os alimentos perecíveis são recebidos semanalmente, como proteínas, carnes, ovos, hortifrútis, ovos e pães, entregue diretamente nas unidades pelos fornecedores.

Em cada CRAS são oferecidas duas refeições por período em contraturno escolar, café da manhã e almoço para as crianças que estudam no período da tarde, lanche e jantar para as que estudam no período da manhã, os atendimentos são realizados sempre em horários contra escolar.

O secretário de Assistência Social, José Mário Antunes, ressalta a importância da alimentação de qualidade que a SAS oferece em todas as unidades, visto que muitas famílias estão em situação de vulnerabilidade. “As refeições oferecidas são fundamentais para o desenvolvimento e qualidade de vida dos nossos usuários, muitos dependem dessa alimentação. Além de uma comida saudável e balanceada é servida sempre em quantidade adequada’’, pontuou o titular da SAS.

O CRAS Moreninhas, localizado em uma das maiores regiões da cidade, recebe cerca de 90 crianças diariamente, onde são servidas 360 refeições por dia – entre café da manhã, almoço, lanche e jantar . O coordenador da unidade, João Henrique Bezerra, afirma que o público prioritário são as crianças em situação de vulnerabilidade. “Nós conhecemos a realidade dos nossos usuários, por esse motivo intensificamos a alimentação ofertada, entendemos que muitos deles vêm para a unidade para, inclusive, suprir essa necessidade que falta em casa”.

O coordenador destaca ainda que as crianças recebem nas refeições as saladas da própria horta que cultivam juntamente com os usuários.

Fonte: Ascom MCG

Comentários