Criminosos invadiram uma residência na noite de ontem (18), em Campo Grande, anunciaram o assalto e ainda sequestraram uma moradora de 50 anos, pedindo resgate ao marido no valor de R$ 50 mil. A mulher foi libertada após pagamento de parte do valor pedido. As polícias procuram pelos autores.

Segundo registro policial, por volta das 20h20, dois homens magros e morenos invadiram a casa da vítima, pela garagem, na Rua das Vendas, Vila Antonio Vendas e anunciaram o assalto, rendendo a mulher e sua filha, de 21 anos.

Os bandidos exigiam dinheiro e joias e perguntaram se tinha cofre e mais alguém na casa. A vítima disse que seu esposo estava no quarto, que também foi rendido.

Um dos bandidos percebeu a presença de um guarda de rua, resolvendo a dupla em levar a dona da casa em cárcere, em seu próprio veículo, um Audi Q3, sendo acompanhado pelo outro autor em um veículo Uno de cor azul.

Eles passaram por vários bairros da cidade e em determinado momento vendaram a mulher e levaram para um cativeiro, onde foi amarrada, pernas e mãos, e exigiram por telefone do esposo a quantia de R$ 50 mil pela libertação dela. A vítima ficou por cerca de duas horas nas mãos dos ladrões.

O marido disse aos criminosos que apenas teria a quantia de R$ 18 mil e mais um relógio Rolex. Então, os bandidos passaram instruções, sendo os valores e relógio entregues a um dos autores na Rua Professor Odete Trindade Benites, Bairro Campo Alto, próximo a uma conveniência.

Após pagamento, o marido recebeu nova ligação informando que sua mulher seria solta no Bairro Tiradentes. Porém, a vítima foi encontrada, por volta das 3h30, na Rua Darwin Dolabani, no Bairro Itamaracá.

Equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar, Grupo de Operações e Investigações (GOI) e Garras (Delegacia Especializada de Repressão à Roubo à Bancos Assaltos e Sequestros), ambos da Polícia Civil, foram acionadas.

Os policiais do Choque conseguiram localizar o cativeiro e veículo da mulher na Rua Santina Delfino Sanches, no Jardim Pacaembu, aos fundos do Itamaracá, além da vítima. Também foram localizados pertences da vítima, jogados na rua Bethoven esquina com a Polo Sul. Os autores não foram localizados.

A vítima contou que os marginais levaram bijuterias, aliança e dois relógios Rolex um masculino e um feminino além do valor do resgate.

O caso foi registrado na delegacia como roubo majorado pelo emprego de arma, pelo concurso de pessoas e extorsão mediante sequestro.

Criminosos roubam residência, levam mulher e pedem resgate de R$ 50 mil na Capital
Carro da vítima localizado pelo Choque
Comentários