Os decretos foram publicados nesta segunda (18), pelo Governo do Estado

18/05/2020 10h15
Da redação

Nesta segunda-feira (18), os decretos assinados pelo comandante-geral da PM em Mato Grosso do Sul, Waldir Ribeiro Acosta, e pelo secretário estadual de Justiça e Segurança Pública Antonio Carlos Videira, foram publicados no Diário Oficial do Estado exonerando seis dos sete oficiais superiores da Polícia Militar, acusados de participarem da máfia do cigarro.

Os substitutos também já foram definidos, com exceção do sétimo oficial preso, o tenente-coronel Erivaldo José Duarte Alves, que comandou a PM em Sidrolândia até dezembro do ano passado, mas já estava na reserva.

Confira as mudanças

No lugar de Kleber Haddad Lane na Superintendência de Assistência Socioeducativa da Sejusp foi nomeada a servidora de carreira da pasta, Tatiana Rezende Nassar Cintra.

Em substituição a Josafá Dominoni no comando da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar, na Vila Sobrinho, em Campo Grande, assume o tenente-coronel José Carlos Rodrigues.

O tenente-coronel Juracy Pereira da Paz foi designado para comandar o 3º Batalhão da PM em Dourados, substituindo Carlos Silva.

O tenente-coronel Rodrigo Alex Potrich assume o comando do 12º BPM em Naviraí, que era ocupado por Wesley Freire de Araújo.

O tenente-coronel Adriano Rodrigues de Oliveira assume o comando do 5º Batalhão, em Coxim, substituindo Luiz Herculano.

No cargo de Jidevaldo de Souza Lima no comando da 4ª Seção Estado-Maior foi designado o tenente-coronel Anderson Rezende Diniz.

O coronel Adilson Alves de Macedo substitui Anderson Diniz na direção do presídio.

Os sete oficiais estão presos preventivamente desde sexta-feira (15) no Presídio Militar da Capital.

Divulgação

Comentários