Deputado Eduardo Rocha (MDB). (Foto/Divulgação)

O deputado estadual Eduardo Rocha (MDB) realizou na manhã desta terça-feira (9) o anúncio oficial de que deixará seu cargo na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul para assumir um novo posto no governo do Estado, ao lado de Azambuja (PSDB).

Durante a sessão de hoje ele aproveitou para agradecer aos anos em que esteve como representante legislativo da população e também esclareceu detalhes da sua saída. “Decidi aceitar o convite para integrar o governo, ainda não sei se na Casa Civil ou na Secretaria de Governo. Não vou disputar a eleição ano que vem, vou trabalhar institucionalmente entre os poderes. Não discuti nada eleitoral com o governo, só vou tratar disso em março do ano que vem”, afirmou o parlamentar.

Conforme Eduardo, sua saída já havia sido comunicada previamente ao presidente de seu atual partido, Júnior Mochi e também ao ex-governador André Puccinele. Ao que tudo indica, até o fim do mês Rocha deve assumir sua nova função no governo do Estado. Seu suplente, Paulo Duarte é quem assume seu lugar na ALEMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

Entre os colegas de bancada a notícia foi recebida com alegria e elogios ao deputado, que é visto como competente e comunicativo, sendo que suas qualidades serão de grande valia ao Estado.

Marcio Fernandes (MDB) que integra o mesmo partido de Eduardo Rocha, aproveitou para expor a situação da mudança. “”É importante dizer que não foi tratado questão política. Esse é um espaço merecido que conquistou no governo pela capacidade de dialogar”, disse o deputado.

Quanto as vagas que serão liberadas com a mudança, a ALEMS ainda não se posicionou, já que Rocha é integrante da  vice-presidência da Mesa Diretora da Casa de Leis, a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e deixará a cadeira vazia para um novo ocupante.

Comentários