Divulgação

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul, durante sessão remota nesta terça-feira (30), solicitaram ao Governo do Estado, que seja prorrogada a suspensão do corte nos serviços de fornecimento de água em todas as unidades consumidoras atendidas pela Sanesul no Estado.

O deputado Barbosinha (DEM) defendeu que a medida seja prorrogada pelo menos até 31 de dezembro, data que estabelece o fim do estado de calamidade pública em Mato Grosso do Sul.

“As pessoas estão reclusas em suas residências, o que aumenta o consumo de água e por outro lado a renda familiar está drasticamente comprometida com a crise econômica instalada. Neste momento, as famílias estão invistindo os poucos recursos disponíveis na subsistência dos seus entes queridos, com gastos prioritários em alimentos e remédios”, afirmou Barbosinha.

Já os deputados Eduardo Rocha e Renato Câmara, ambos do MDB, reforçaram o apelo ao Governo do Estado. “Já recebi informações de cortes de água em várias residências em Três Lagoas. Nosso pedido é que a suspensão do corte permaneça até o fim da pandemia, uma vez que as famílias estão confinadas e o cuidado com a higiene é essencial para a proteção contra o vírus”, acrescentou Rocha.

Comentários