De acordo com o relatório anual do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), mesmo com o ano atípico de 2020, os desembargadores mantiveram o ritmo recorde de produtividade registrado no ano anterior, finalizando os trabalhos com 76.407 processos julgados, 215 feitos a mais do que em 2019. Com relação à distribuição, houve ligeiro aumento, com 78.673 novos processos distribuídos, superando a também distribuição histórica de 77.461 registrada em 2019. Durante o ano, foram realizadas 358 sessões de julgamento.

O total de julgamentos por órgão colegiado foi de 65.041, além de 11.366 decisões monocráticas.  Do total de processos julgados, 59.022 tramitaram nas cinco Câmaras Cíveis e 15.005 processos  foram julgados nas três Câmaras Criminais. Além disso, as quatro Seções Cíveis julgaram outros 937 processos e as duas Seções Criminais 1.056 feitos. Finalizando os órgãos colegiados do TJMS, o Órgão Especial julgou 251 processos, a Seção Especial Cível outros 95 e a Seção Especial Criminal, 41 feitos.

O ano de 2020 fechou ainda com acervo de 18.377 pendentes de julgamento nos órgãos julgadores e o ano de 2021 inicia com 20.732 processos em andamento, incluindo os feitos da Presidência e Vice-Presidência do Tribunal.

Os resultados demonstram, mais uma vez, o compromisso dos desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul para a efetiva prestação jurisdicional, mesmo em meio à pandemia do coronavírus que não impediu os magistrados de dar regular seguimento às demandas da população sul-mato-grossense que busca o Judiciário para a solução de seus conflitos.

Comentários