Polícia Civil/Divulgação

O helicóptero, possivelmente Robson 44, que caiu no final da tarde de sexta-feira (11) passará por perícia detalhada nesta segunda-feira (14). A informação foi repassada pelo Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) da Polícia Civil.

Ontem (12), equipe da Dracco, sob comando da delegada Ana Cláudia Medina, esteve no local do acidente para iniciar investigação se a aeronave que explodiu após queda em uma fazenda entre os municípios de Juti e Iguatemi tinha relação com o tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul.

Populares disseram que viram o helicóptero em um voo baixo já próximo ao solo, aparentemente sem barulho de motor, antes da queda e explosão.

A prioridade da investigação é apurar possíveis passageiros, qual seria a rota, dinâmica do voo, possível carga ilícita na aeronave, entre outras informações, como a identificação da aeronave, por meio da perícia criminal.

Junto aos destroços não foi encontrado nenhuma vítima.

A queda

O local onde o helicóptero caiu fica a cerca de 60 quilômetros de Iguatemi, próximo a uma vila rural conhecida como Auxiliadora.

No vídeo acima em que a redação do EnfoqueMS teve acesso é possível ver os destroços do helicóptero retorcidos em meio a pastagem, completamente queimada, provocado pela explosão da aeronave, que alastrou pela pasto da fazenda Jaguarão.

Comentários