Sérgio estava aguardando pelo órgão há dez anos, e ficou surpreso ao receber a notícia da cirurgia. (Foto/Divulgação)

Sérgio estava aguardando pelo órgão há dez anos, e ficou surpreso ao receber a notícia da cirurgia

O sentimento é de gratidão e de um novo começo, essas são sensações que o paciente Sérgio Pereira de 42 anos que passou por um transplante renal no dia 18 de julho está vivendo nesse momento. Na quarta-feira (28), Sérgio, que estava na lista de espera há dez anos, fazia hemodiálise três vezes por semana, recebeu alta da Santa Casa de Campo Grande, após passar por um transplante renal.

A doença progrediu de forma rápida e silenciosa e Sérgio relata que no início não sentia nada, mas quando os sintomas começaram a surgir, o quadro clínico dela já era bastante delicado. “Eu descobri que precisaria de um transplante renal, por ter pressão alta e não ter me cuidado, isso fez com que meus rins atrofiassem”.

Já em sua residência, o paciente que cogitava em comprar muletas para conseguir andar devido à dor que sofria nas pernas, está se adaptando à nova vida e, ainda em recuperação da complexa cirurgia a que foi submetido. “Quero me restabelecer para voltar a viver normalmente, seguindo sempre o que me for orientado pela equipe médica para manter esse rim até o fim da minha vida”, afirma Sérgio. Dez dias após transplante de rim, paciente da Santa Casa recebe alta e comemora vida nova

Além de comemorar essa vida nova ele agradeceu toda a equipe responsável pelo procedimento, aqueles que o acompanham diariamente e principalmente à família do doador. “Agradeço à Deus em primeiro lugar, depois ao anjo que entrou em minha vida que foi a Drª Rafaella. E não poderia deixar de agradecer especialmente a família que autorizou a doação dos órgãos, eu agradeço por eles terem permitido com que eu tivesse uma nova chance. Agora vou continuar me cuidando”, comenta. De acordo com a médica nefrologista da Santa Casa, Dra. Rafaella Campanholo, que acompanha o paciente, disse que a implantação do novo órgão foi um sucesso e sua recuperação também, agora basta que ele tome todos os cuidados recomendados para que possa ter uma vida renovada.

A equipe médica responsável pelo sucesso do transplante foi composta pelos médicos urologistas Dr. Guilherme Salati Stangarlin, Dr. Gustavo Dutra e a médica nefrologista Dra. Rafaella Campanholo Grandinete. Também foram importantes no procedimento os médicos anestesistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem, instrumentadores e demais profissionais do centro cirúrgico da Santa Casa.

Comentários