Divulgada

Em uma operação nas propriedades rurais do município de Três Lagoas, policiais militares ambientais autuaram uma proprietária rural por incêndio de material lenhoso e um empreiteiro por transporte de motosserras ilegais. A PMA abordou na BR-158 ontem (9) um veículo Ford F 1000 e encontrou duas motosserras com sinais de uso recente e tábuas de madeira aparentemente de eucalipto.

O proprietário do material e condutor do veículo informou que vinha de uma fazenda, para a qual havia sido contratado para efetuar corte de árvores e exploração da madeira.

Dois são autuados em R$ 10 mil por incêndio e transporte de motosserras irregulares
Motosserras apreendidas.

A equipe foi à fazenda e verificou a derrubada de diversas árvores de eucalipto, para as quais não há necessidade de autorização ambiental, porém, foi realizado uso do fogo nas raízes, galhadas e madeiras no local sem autorização ambiental, até porque está proibida a licença para queimada neste período, bem como as motosserras não tinham a licença ambiental de porte e uso (LPU). As máquinas foram apreendidas.

O empreiteiro, residente em Três Lagoas, foi autuado administrativamente em R$ 2 mil pelo transporte das motosserras ilegais. A proprietária da fazenda, domiciliada em Araçatuba (SP), foi autuada administrativamente e multada em R$ 8 mil.

Comentários