Carteira de trabalho. (Foto/Divulgação)

Foram mais de 13 mil postos de trabalho gerados

Campo Grande encerrou o ano em primeiro lugar no Estado em geração de emprego. De acordo com o Caged referente ao mês de dezembro, Campo Grande encerrou o ano de 2021 com crescimento de 6,92% sobre o saldo de estoque de empregos em relação a 2020. Durante todo o ano, foram criados 13.369 novos postos de trabalho, sendo realizadas 115.464 admissões.

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

A Capital registrou, por onze meses consecutivos, um acréscimo na oferta de emprego. Durante todo o ano, os saldos registrados no CAGED foram positivos, realidade que não havia sido vista em 2020, quando enfrentávamos a fase mais crítica da pandemia da Covid-19. naquele ano, apenas nos dois últimos meses Campo Grande alcançou saldo positivo na criação de emprego.

Dados da Coordenadoria de Vagas e Empregos (CVE) da Funsat apontam ainda que o ano de 2021 apresentou melhores resultados que 2020, quando a crise da Covid-19 teve início. Naquele ano, a Fundação conseguiu captar 5.313 vagas, mediante muitos esforços frente às incertezas do cenário econômico.

Já no ano de 2021, atitudes estratégicas da Prefeitura de Campo Grande, como a vacinação em massa e ações para retomada do crescimento econômico, trouxeram como resultado a oferta de 11.982 vagas de trabalho, um aumento de 125% se comparado ao ano anterior. Esse resultado comprova que o município avançou na retomada econômica e, ainda que a recuperação dos postos de trabalho formais tenha sido baixa, em torno de 1.600 colocados intermediados pela Funsat, no entanto, este índice é 7,63% maior que o ano de 2020 (1.466 colocados).

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

Segundo relata o diretor-presidente da Funsat, Luciano Martins, o ano de 2021 foi marcado por uma realidade que não havia sido vista em 2020. “Tivemos um ano muito difícil em 2020 quando enfrentávamos a fase mais crítica da pandemia da Covid-19 e, apenas nos dois últimos meses, Campo Grande alcançou saldo positivo na criação de emprego. Isso se deve a um esforço conjunto da prefeitura de Campo Grande e dos empresários locais abraçando todas as causas e ações da Funsat e, assim, somos a cidade do Estado que mais contratou em 2021”, conclui Luciano.

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

O diretor-presidente afirmou ainda que, Campo Grande foi destaque nacional em 2021 em vários segmentos, mas sobretudo como a cidade que mais teve cobertura vacinal, a gestão que aplicou mais ações preventivas de combate a pandemia. “A Funsat em 20 anos de história nunca havia ofertado tantas oportunidades como no ano de 2021, em todas as ações nas sete regiões da Capital, já era para nós visível essa retomada do crescimento. Não por ser uma Capital e por razões óbvias a cidade mais populosa do Estado, mas sim por todo esse conjunto de ações e por toda essa liderança que nós conseguimos com o esforço de toda a equipe da prefeitura, todos os secretários e parceiros”.

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

Estimativa para o Cenário do Mercado de Trabalho e Geração de Renda em 2022

De acordo com o estudo e pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), publicado em janeiro deste ano, o setor informal deve crescer cada vez mais neste período. Logo, o poder público pode criar estratégias para colaborar com a geração de renda quiçá de empregos por este setor. Em outras unidades da Rede de Atendimento ao Trabalhador do Sistema Nacional de Emprego – SINE espalhadas pelo Brasil, há ações de capacitação e intermediação destes profissionais autônomos, que mesmo de maneira singela colaboram com a economia local. Além destas ações, o poder público realiza parcerias com instituições que orientam estes profissionais quanto a importância da formalização do seu negócio, o que proporciona a eles uma garantia de expansão empresarial e aumento de sua renda.

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

Esta é uma ideia que poderá ser replicada pela Fundação Social do Trabalho e que ganhará força se conciliada ao Programa Municipal de Microcrédito Popular que será lançado no primeiro semestre de 2022, visto que o objetivo deste Programa é apoiar aos micros e pequenos empreendedores formais ou informais da Capital, dando-lhes assistência e auxílio.

“Se comparado com 2020, tivemos um aumento de quase 7%, um indicativo forte que devemos continuar firmes com o propósito de atender bem a população, mas sobretudo de ampliar e alcançar o maior número de pessoas levando dignidade para todos os nossos irmãos campo-grandenses”. Finaliza Luciano Martins.

Números de dezembro na Fundação Social do Trabalho

Em 2021 Campo Grande foi campeão de geração de novos empregos no MS

Durante o ano de 2021, conforme os indicadores de atendimentos da Agência de Emprego da Fundação, 21.661 pessoas interessadas em inserir-se no mercado de trabalho de Campo Grande-MS procuraram atendimento. Durante este período foram recebidas 4.649 novas inscrições de trabalhadores no sistema de intermediação de vagas, e foram captadas 11.982 vagas e realizados 20.139 encaminhamentos de candidatos para entrevistas. Obtivemos o saldo de 1.578 trabalhadores formalmente contratados no mercado de trabalho local. Foram recebidas e cadastradas 10.834 requisições de Seguro Desemprego e emitidas 5.306 carteiras de trabalho. Devemos considerar também que, de 436 PCDs encaminhados para o mercado de trabalho, 41 foram colocados.

Comentários