JEPP será aplicado em escola rural localizada na comunidade de Porto Curralinho (foto: Sebrae-MS)

A Escola Municipal Belonízia Paulino de Oliveira, localizada na comunidade Porto Curralinho, zona rural de Costa Rica, será a primeira instituição de ensino no município a implementar a metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) em 2022, que possibilita o ensino do empreendedorismo aos alunos.

Como parte do programa Cidade Empreendedora, executado pelo Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura Municipal, a iniciativa irá contemplar estudantes 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Para possibilitar que a metodologia seja aplicada, o Sebrae irá capacitar os professores. De acordo com a analista-técnica do Sebrae/MS, Jane Paiva, a formação docente será realizada em agosto para que a metodologia passe a ser aplicada no próximo mês.

“Será disponibilizada a capacitação para que o professor aprenda as diferentes maneiras de trabalhar a temática em sala de aula e de acordo com a faixa etária e grau de escolaridade de cada estudante. Após essa etapa, os alunos já começam a aprender sobre empreendedorismo. O município está iniciando esse trabalho em uma única escola como um projeto piloto, porém a expectativa é que essa ação seja ampliada e novas escolas da rede municipal de ensino passem a ser contempladas mais para frente”, destacou Jane.

O diálogo para o início do trabalho, ocorreu durante uma reunião realizada nessa quinta-feira (4) com representantes do Sebrae/MS, a coordenadora da escola, Elaine Erica Pellet, e a professora Eliane Bonafé. De acordo com a docente a expectativa para o início da ação é grande: “Me interessei bastante pelo assunto, penso que vai ser muito produtivo e que as crianças vão gostar muito. Eu adoro ensinar e acredito que elas também vão gostar de aprender essa temática”.

Segundo a gestora estadual do programa Educação Empreendedora, Priscila Veloso, a metodologia é importante pois possibilita que as crianças desenvolvam novas habilidades como desenvoltura, criatividade e a capacidade de lidar com pessoas. Além disso, a gestora ressalta que esse trabalho também se faz relevante por envolver a comunidade como um todo e promover o empreendedorismo no território.

“O material didático que oferecemos proporciona o aprendizado de forma lúdica levando em consideração o contexto em que o estudante vive. Queremos incentivá-lo e mostrar que o empreendedorismo é uma educação para a vida. Ao trabalhar na base, a gente consegue mobilizar a sociedade como um todo e fazer com que o município desenvolva uma cultura empreendedora, o que vai ajudar no fortalecimento dos pequenos negócios e no crescimento da cidade”, enfatizou Priscila.

Para obter mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora entre em contato pelo número 0800 570 0800 ou acesse cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

Comentários