Assembleia Legislativa MS. (Foto: Reprodução TV ALMS)

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado Paulo Corrêa (PSDB), usou a fala durante o grande expediente para agradecer o apoio às ações da Mesa Diretora (biênio 2021/2022) e em votações a projetos de outros Poderes resultados de interlocuções promovidas pelo Legislativo.

“Quero agradecer a ajuda e a compreensão que nunca nos faltou em nenhuma votação, com o apoio de vocês. Quero deixar registrado em ata que me sinto fortalecido exercendo esta presidência, em função de termos o apoio em todos os quesitos para que possamos tornar o Legislativo forte. Agradeço também o trabalho das comissões permanentes e aos funcionários desta Casa, que sempre vestem a camisa”, disse o presidente durante sessão desta quinta-feira (21).

O parlamentar exemplificou com a atuação do Legislativo em prol do combate da pandemia do coronavírus, aprovando estados de calamidade pública e projetos do Executivo que disponibilizaram recursos para a retomada da economia, como o Mais Crédito MS, Incentiva Turismo e MS Cultura Cidadã.

“Confiem que estamos fazendo tudo dentro do possível. O Legislativo só está forte porque estamos unidos no interesse público. Mesmo que na discussão não tenhamos unanimidade, mas todos os deputados colocam em aberto suas opiniões. Eu digo que somos ‘só o síndico do prédio’, mas estamos exercendo com apoio que é fundamental para termos forças junto aos demais Poderes para superar o momento de pandemia. Em respeito também aos familiares que perderam alguém para a Covid-19 eu faço esse agradecimento e agradeço ainda a administração estadual que está atuando muito bem e atende todos os 24 deputados”, destacou Paulo Corrêa.

O presidente reiterou que o Legislativo está acompanhando a situação dos últimos ventos fortes que atingiram o Mato Grosso do Sul e convidou os deputados para uma reunião no dia 28, na sala da presidência, em horário ainda a ser definido, para a discussão de projetos que serão apresentados pelo Poder Judiciário.

Comentários