A construtora poderá ser multada de 2 a 10% caso abandone a obra sem justificava ou sem realizar nenhum trabalho

13/03/2019 16h29
Por: Suelen Morales

A empresa Ajota contratada para reformar o ginásio Guanandizão em Campo Grande, desistiu da obra alegando inviabilidade financeira para prosseguir com a obra que ficou no valor estimado de R$ 1,8 milhão.

O secretário municipal de Infraestrutura, Rudi Fiorese, disse que a empresa fez apenas a demolição do piso e algumas partes dos banheiros. Com isso, a segunda empresa colocada na licitação, Rocoma Construções, deverá assumir a reforma e o valor estimado deve aumentar.

A verba para a obra foi repassada pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e a fiscalização da reforma ficou sob jurisdição da Prefeitura Municipal de Campo Grande.

O projeto da Secretaria de Infraestrutura prevê R$ 470 mil para instalações elétricas, R$ 352 mil para substituição do piso da quadra, R$ 106 mil para paisagismo e R$ 404 mil para pintura geral. Outros detalhes como instalação de tela e vedação de buracos também estão previstos.

Divulgação

Comentários