29.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 23 de fevereiro, 2024
spot_img

Empresário de Batayporã amplia renda ao tornar-se fornecedor do poder público

Foi no município de Batayporã, a 11 quilômetros de distância de Nova Andradina, onde nasceu, que Artur Luiz de Souza viu a oportunidade de empreender. Após trabalhar uma boa parte da vida profissional como vendedor, há 24 anos ele passou a administrar a Pampa Agroveterinária – uma empresa especializada na venda de produtos voltados para o agronegócio fundada pelos irmãos dele.

“Assumi a Pampa Veterinária como sócio dos meus irmãos em 2000 e, depois disso, em 2019, passei a administrar o negócio sozinho. Atualmente, a empresa é um magazine que atua em todas as frentes de vendas. Somos representantes de algumas marcas e temos produtos exclusivos na linha de rações. Ao longo dos anos, conseguimos modernizar a empresa, saímos do aluguel, construímos nosso prédio próprio e compramos alguns veículos para atender a demanda do nosso negócio, então, o crescimento foi exponencial”, esclarece o empreendedor.

Empresário de Batayporã amplia renda ao tornar-se fornecedor do poder público
Empreendedor administra três negócios em Batayporã. (Foto: Divulgação)

Em 2022, com a chegada do programa Cidade Empreendedora no município, executado pelo Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura, o empreendedor enxergou na possibilidade de tornar-se fornecedor de órgãos públicos uma chance de ampliar os lucros da empresa, já que por meio da iniciativa, a administração municipal recebeu consultoria especializada do Sebrae, fez com que o processo licitatório ficasse mais célere e passou a priorizar os pequenos negócios locais presentes em Batayporã nos editais de licitação, um procedimento amparado pela legislação.

Nesse contexto, Artur começou a participar de pregões e vencer licitações, não só no município em que a empresa está localizada, mas também em outras cidades do Estado. A estratégia adotada por ele deu certo e, de 2022 para cá, o empreendedor chegou a abrir dois novos empreendimentos que também concorrem em licitações: a Akki Vistoria Veicular e a IXServices.

“Já venci muitas licitações para órgãos públicos, como a Prefeitura de Batayporã. Com as três empresas, forneço desde máquinas agrícolas à materiais de construção, principalmente, areia, pedra, além de oferecer serviços como transporte de passageiros”, declarou o empreendedor.

Ao fornecer para órgãos públicos, o empresário ampliou as vendas e conquistou espaço no mercado, algo que garantiu uma maior lucratividade e vantagens na hora de aquirir produtos para a venda. “Hoje temos um portfólio de mercadoria muito grande, conseguimos aumentar o número de fornecedores, conquistamos preços melhores na hora da compra de mercadorias por ter o dinheiro na mão, e isso tem feito a gente crescer. Tanto que eu pretendo criar uma sala exclusiva para mexer com licitação e ter um funcionário exclusivo para trabalhar nesse mercado”, destaca Artur.

Empresário de Batayporã amplia renda ao tornar-se fornecedor do poder público
Akki Vistoria Veicular é uma das empresas criadas por Artur em Batayporã (foto: Divulgação)

Cidade Empreendedora

Executado pelo Sebrae/MS em parceria com as Prefeituras Municipais que aderem à iniciativa, o programa Cidade Empreendedora visa promover o desenvolvimento dos municípios a partir do fortalecimento dos pequenos negócios. Como parte do trabalho, o eixo Compras Públicas é uma das principais vertentes da iniciativa, pois estimula o poder público adquirir produtos e contratar serviços dos empreendedores locais.

Por meio desta ação, a administração municipal recebe consultoria especializada para tornar o processo licitatório mais célere e eficiente, além de priorizar as micro e pequenas empresas presentes no município nos editais de licitação – tratamento diferenciado previsto pela Lei Complementar 123 de 2006. Outro ponto trabalhado é a conscientização dos empreendedores locais para que eles entendam as vantagens de vender para o órgão público e se interessem em participar dos pregões.

Junto com o trabalho desenvolvido na área urbana, o eixo “Compras Públicas” possui outra linha de atuação com o foco no âmbito rural, em que são feitas ações junto a agricultura familiar para que os produtores consigam fornecer alimentos a prefeitura por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Atualmente, em Mato Grosso do Sul, além de Batayporã, outros 35 municípios são atendidos pelo Sebrae/MS por meio do Cidade Empreendedora: Água Clara, Amambai, Aparecida do Taboado, Bandeirantes, Bataguassu, Bela Vista, Brasilândia, Caarapó, Camapuã, Chapadão do Sul, Costa Rica, Coxim, Deodápolis, Dourados, Inocência, Jaraguari, Ladário, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Ponta Porã, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste, Sonora e Terenos.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas por meio do número 0800 570 0800 ou pelo site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

Fale com a Redação