Divulgação

O Governo do Estado e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, via Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Idosos, realizam nesta terça-feira (29), às 15 horas, live com o tema “Como amenizar os efeitos da pandemia nas pessoas idosas?”. A transmissão, em alusão à Semana Estadual da Pessoa Idosa, instituída pela Lei Estadual nº 4.796/2015, ocorrerá na página oficial do Governo no Facebook.

O encontro on-line terá a participação do diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, que discutirá a importância da atividade física regular aos idosos e as ações desenvolvidas pela entidade para atender pessoas desta faixa etária (60 anos ou mais), especialmente durante o período pandêmico da Covid-19.

Encontro on-line debate os impactos da pandemia aos idosos

Também vão compor a mesa de discussão o deputado estadual Renato Câmara, presidente da Frente Parlamentar; a secretária-adjunta estadual de Saúde Christine Maymone; e a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, representando a Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica e fazendo a mediação do debate ao vivo.

O titular da Fundesporte explica que a qualidade de vida dos idosos pode ser melhorada amplamente com exercícios regulares. “Um dos objetivos da Fundesporte é utilizar o esporte e a atividade física como ferramentas aliadas à promoção do envelhecimento com saúde, atuando diretamente na prevenção e controle de doenças como diabetes, hipertensão e até mesmo depressão. Além do mais, movimentar-se diariamente, em ritmo moderado, é uma forma de fortalecer o sistema imunológico, essencial neste período tão complicado pelo qual passamos”.

Os idosos formam o grupo com maior risco de desenvolver complicações decorrentes da Covid-19, que podem inclusive levar à morte. A orientação é que fiquem isolados de jovens e de crianças e que mantenham distância de outras pessoas, visando evitar o contágio da doença – o que também pode desencadear estado de ansiedade, solidão e depressão, afastando-os da família e amigos.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, manifestou preocupação em como a pandemia afeta a vida das pessoas idosas. “As nossas rotinas, no mundo inteiro, foram alteradas com a declaração de pandemia de Covid-19. Aqui em Mato Grosso do Sul já estamos há seis meses convivendo com restrições, que impactam sobretudo os idosos, mais suscetíveis às complicações do novo coronavírus e que repentinamente se viram afastados da família e amigos”.

“É preciso conversar com essa parcela da sociedade, que merece nossa atenção e nosso respeito, para que tenham informações e para que mantenham a saúde mental. Vamos sair dessa e precisaremos da sabedoria das pessoas idosas para ressignificar nossas vidas e nossas prioridades”, finaliza Riedel.

A Semana Estadual da Pessoa Idosa teve início na última sexta-feira (25) e se estende até o dia 1º de outubro. A finalidade é estimular as atividades físicas e mentais a pessoas idosas; conscientizar o idoso e toda a sociedade sobre sua importância como fonte de experiências e sobre o importante papel na construção de uma sociedade com maior qualidade de vida, além de sensibilizar diversos segmentos da sociedade para a atenção a indivíduos desta faixa etária.

O encontro on-line terá a participação do diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Ferreira Miranda, que discutirá a importância da atividade física regular aos idosos e as ações desenvolvidas pela entidade para atender pessoas desta faixa etária (60 anos ou mais), especialmente durante o período pandêmico da Covid-19.

Encontro on-line debate os impactos da pandemia aos idosos

Também vão compor a mesa de discussão o deputado estadual Renato Câmara, presidente da Frente Parlamentar; a secretária-adjunta estadual de Saúde Christine Maymone; e a subsecretária de Políticas Públicas para Mulheres, Luciana Azambuja, representando a Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica e fazendo a mediação do debate ao vivo.

O titular da Fundesporte explica que a qualidade de vida dos idosos pode ser melhorada amplamente com exercícios regulares. “Um dos objetivos da Fundesporte é utilizar o esporte e a atividade física como ferramentas aliadas à promoção do envelhecimento com saúde, atuando diretamente na prevenção e controle de doenças como diabetes, hipertensão e até mesmo depressão. Além do mais, movimentar-se diariamente, em ritmo moderado, é uma forma de fortalecer o sistema imunológico, essencial neste período tão complicado pelo qual passamos”.

Os idosos formam o grupo com maior risco de desenvolver complicações decorrentes da Covid-19, que podem inclusive levar à morte. A orientação é que fiquem isolados de jovens e de crianças e que mantenham distância de outras pessoas, visando evitar o contágio da doença – o que também pode desencadear estado de ansiedade, solidão e depressão, afastando-os da família e amigos.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, manifestou preocupação em como a pandemia afeta a vida das pessoas idosas. “As nossas rotinas, no mundo inteiro, foram alteradas com a declaração de pandemia de Covid-19. Aqui em Mato Grosso do Sul já estamos há seis meses convivendo com restrições, que impactam sobretudo os idosos, mais suscetíveis às complicações do novo coronavírus e que repentinamente se viram afastados da família e amigos”.

“É preciso conversar com essa parcela da sociedade, que merece nossa atenção e nosso respeito, para que tenham informações e para que mantenham a saúde mental. Vamos sair dessa e precisaremos da sabedoria das pessoas idosas para ressignificar nossas vidas e nossas prioridades”, finaliza Riedel.

A Semana Estadual da Pessoa Idosa teve início na última sexta-feira (25) e se estende até o dia 1º de outubro. A finalidade é estimular as atividades físicas e mentais a pessoas idosas; conscientizar o idoso e toda a sociedade sobre sua importância como fonte de experiências e sobre o importante papel na construção de uma sociedade com maior qualidade de vida, além de sensibilizar diversos segmentos da sociedade para a atenção a indivíduos desta faixa etária.

Comentários