29.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 23 de fevereiro, 2024
spot_img

Endividamento e inadimplência entre famílias da Capital segue crescendo, aponta pesquisa

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, aponta que em janeiro os indicadores de endividamento e inadimplência aumentaram entre as famílias de Campo Grande.

De acordo com a pesquisa, o índice de famílias com contas parceladas, como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros, ficou em 63,3%, sendo que, entre elas, 30,5% indicavam contas em atraso e 10,4% que não tinham condições de pagar, frente a índices de 61,4%, 28,6% e 10,4%, respectivamente, em dezembro.

Para a economista do Instituto de Pesquisa Fecomércio MS (IPF/MS), Regiane Dedé de Oliveira, os índices mostram que ainda que a economia tenha apresentado sinais de melhora, como redução da inflação e do desemprego, os orçamentos das famílias seguem comprimidos. “Especialmente as de menor renda, uma vez que entre as que recebem até 10 salários mínimos, 21,2% indicam estar muito endividadas, contra 8,2% das que estão acima dessa faixa de rendimento”, diz.

O cartão de crédito lidera como principal meio de endividamento, apontado por 69,7%, seguido dos carnês (17,7%) e os financiamentos de carro e casa (8,9% e 8,8%, respectivamente).

Confira o estudo na íntegra aqui.

Fale com a Redação