Em uma aula prática e descontraída, os alunos do 9.º ano do Ensino Fundamental da Escola do SESI de Campo Grande aprenderam a produzir um indicador de ácido-base caseiro para identificação de substâncias de forma simples e fácil em casa. A atividade foi realizada de forma remota, e os alunos aprenderam um experimento de química como parte de aprendizado prático.

O experimento apresentado para os estudantes foi a produção de indicador ácido-base caseiro a partir de repolho roxo. A substância presente no repolho roxo é capaz de identificar meios ácidos ou básicos, por meio de uma reação capaz de mudar a cor da substância quando misturada com outros materiais e alteração do ph do meio. De forma prática e simples, os estudantes conseguiram testar vários produtos que encontramos em casa para descobrir se são ácidos ou básicos.

O professor da Escola do SESI de Campo Grande, Edgar Gomes, falou sobre o objetivo do experimento. “A experiência é muito simples e de fácil entendimento e tem um resultado muito claro. Com a técnica os alunos podem identificar o PH de várias substâncias e isso auxilia na construção do conhecimento”.

A aluna do 9.º ano do Ensino Fundamental da Escola do SESI de Campo Grande, Manuela Zandonadi Andrade Cunha de Medeiros, contou o que gostou do experimento. “Achei bem curioso e fácil de fazer, além de ser um jeito de medirmos o pH usando somente água e repolho”.

A também estudante do 9.º ano do Ensino Fundamental da Escola do SESI de Campo Grande, Ana Luiza Cunha, aprovou a experiência e aproveitou para fazer relações importantes do conteúdo aprendido em sala com a prática. “Achei muito interessante conseguir identificar essas substâncias utilizando apenas água e repolho. E aprendemos que muitas dessas substâncias identificadas podem ser prejudiciais para a nossa saúde”.

Fonte: Ascom FIEMS

Comentários