23.8 C
Campo Grande
segunda-feira, 17 de junho, 2024
spot_img

Estádio Morenão será tema de debate na Assembleia Legislativa no dia 29

O Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, será tema de audiência pública marcada para próxima quinta-feira (29), na Assembleia Legislativa do estado, após estar abandonado e fechado para eventos esportivos e culturais desde 2022.

Quem apresentou a proposta de audiência é o deputado estadual Pedro Pedrossian Neto (PSD), cujo avô inaugurou e teve o próprio nome usado para batizar o espaço na década de 1970, quando governou Mato Grosso do Sul. Ele questiona os R$ 9,4 milhões aplicados na reforma do Estádio e gostaria de debater formas de como o complexo possa ser entregue.

O debate, agendado para às 14 horas, no Plenário Julio Maia, promete reunir uma diversidade de vozes, incluindo parlamentares, representantes do governo, membros da sociedade civil e da gestão da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), instituição responsável pela administração do estádio.

Projeto de revitalização

Anunciadas como parte de um amplo pacote de investimentos no esporte estadual, as obras de renovação do Morenão foram incluídas no projeto de R$ 120 milhões do Governo de Mato Grosso do Sul, divulgado em outubro de 2021, logo após as celebrações pelos 40 anos de funcionamento do estádio. O valor destinado pelo governo estadual para a renovação foi de R$ 9,4 milhões.

Apesar do anúncio promissor, meses se passaram e a realização das obras enfrentou percalços. Em um impasse entre a Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) e a UFMS, responsável pela administração do estádio, os trabalhos só começaram no início de junho de 2022, após uma série de discussões sobre os trâmites burocráticos e atrasos nas licitações.

O processo de renovação do Morenão está dividido em três fases essenciais: reestruturação física e modernização dos banheiros, atualização da parte elétrica e implementação de medidas para garantir acessibilidade e segurança aos frequentadores.

Um patrimônio histórico-esportivo

O Estádio Universitário Pedro Pedrossian, carinhosamente conhecido como Morenão, não é apenas uma estrutura esportiva; é um ícone histórico do Mato Grosso do Sul. Construído em 1971, no campus da então Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT), hoje UFMS, o estádio recebeu o nome em homenagem ao ex-governador Pedro Pedrossian, uma figura proeminente na política local até seu falecimento em 2017.

Além de seu significado simbólico, o Morenão é o maior estádio do estado, ocupando o 18º lugar no ranking nacional de estádios. Sua importância transcende as fronteiras estaduais, tendo sido palco de eventos esportivos memoráveis, como um jogo da Seleção Brasileira de Futebol contra a Venezuela, durante as eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, que terminou em empate sem gols (0x0).

Fale com a Redação