22.8 C
Campo Grande
domingo, 21 de julho, 2024
spot_img

Estado prorroga recadastramento do ‘Energia Social: Conta de Luz Zero’

Os beneficiários do “Energia Social: Conta de Luz Zero”, em Mato Grosso do Sul, apesar de meses, tinham até esta sexta-feira (10), para um recadastramento aberto pelo Governo do Estado. Contudo, apesar de ser um beneficio, muito não fizeram o pedido de renovação e podiam perder o programa social, custeado pelo Estado. Com isto, ainda terão nova chance até prolongada, pois agora poderão fazer a ação até 31 de dezembro.

Assim, o Governo do Estado prorrogou o prazo – que inicialmente terminava hoje (10) –, para que as famílias que são atendidas no programa atualizem os dados junto a Sead (Secretaria de Estado de Assistência Social e dos Direitos Humanos). O programa beneficia aproximadamente 154 mil famílias de baixa renda no Estado, em vulnerabilidade social e dentro dos critérios estabelecidos.

A alteração do prazo de recadastramento, que segue até o fim do ano, foi formalizada por meio de legislação específica, publicada no Diário Oficial do Estado. O recadastramento é a única maneira de garantir a permanência no programa. O preenchimento correto das informações e o envio dos documentos solicitados no cadastro são fundamentais para garantir o benefício a quem precisa.

No recadastramento, entre outras solicitações, o beneficiário deve enviar de forma digital a fatura de energia elétrica, foto atualizada e documentos pessoais.

Governo paga

No Energia Social, programa do Governo do Estado que paga a conta de luz, são contempladas as famílias que consomem até 220 kw/h por mês. E também as que tenham entre seus membros, residentes na unidade consumidora, com consumo de até 530 kw/h, pessoa com patologia cujo tratamento médico requer o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para seu funcionamento, demandam consumo de energia elétrica (eletrodependentes).

O recadastramento deve ser feito no site www.energiasocial.ms.gov.br. Em caso de dúvidas, o a população pode entrar em contato pelo telefone (67) 3314-4866, disponível de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17h30.

Fale com a Redação