Nesta quarta-feira, 22, foi realizada a última visita às escolas de Campo Grande, promovidas pelo projeto Vem pra UFMS, na Escola Estadual Emygdio Campos Widal. Nos encontros, estudantes da Universidade apresentam o que aprendem em sala de aula aos alunos do ensino fundamental e médio. Na próxima semana, será a vez dos acadêmicos dos Câmpus visitarem instituições de seus municípios.

Por meio da ação, realizada pela Diretoria de Popularização da Ciência da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Esporte, cinco escolas da capital receberam estudantes e professores da Universidade e cerca de dois mil alunos foram atendidos. “Este foi um edital piloto que vai atender duas coisas: uma é a popularização da Ciência, levar esse conhecimento da Universidade para dentro das escolas; e o outro é que os estudantes que estão aqui, eles estão atendendo a carga horária da extensão”, explica a diretora de Popularização da Ciência, Lia Brambilla.

Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica

Na visita de hoje, os alunos puderam conhecer um pouco sobre as disciplinas e projetos dos cursos de Arquitetura, Jornalismo, Enfermagem e Química, além da divulgação da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec-MS) e da Oficiência, promovida pelo grupo Arandú.

Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica

A estudante de Arquitetura e Urbanismo Júlia Batista Franco realizou uma dinâmica com a montagem de produtos para solução de problemas encontrados na escola. Uma das propostas apresentadas foi a construção de uma casinha de cachorro para possibilitar a adoção do animal para combater a depressão vivida por alguns dos alunos.

“Eu achei incrível a imaginação dessa criançada. Eu achei muito legal eles pensarem em coisas que eu nunca tinha imaginado. É algo que só eles têm essa visão e isso que é legal de trabalhar com alunos. Quando eles criam alguma coisa, eles conseguem colocar a própria visão e perspectiva de mundo em um projeto”, contou Julia animada.

Imaginação que foi despertada na aluna do segundo ano do ensino médio Vitória Andrade, que participou de todas as atividades expostas. “Eu achei muito legal, muito interessante, porque dessa forma, apresentam novas ideias para os alunos, acho que ajuda também a incentivar a criatividade”.

Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica

Para Lia Brambilla, essa ação do Vem pra UFMS também é uma forma de mostrar que a Universidade está de portas abertas. “Para que esses alunos conheçam as formas de ingresso na Universidade Federal, saibam que nós temos uma universidade pública, gratuita e de qualidade e que eles também podem estar lá nos próximos anos”.

E por meio da conversa com os estudantes, a aluna Gabriela Gomes, também do segundo ano, conheceu uma nova possibilidade para o futuro. “O pessoal foi bem comunicativo e achei que os estudantes se comunicaram bem com a gente. Deu vontade até de fazer enfermagem e eu nunca tinha pensado em fazer”.

Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica
Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica
Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica
Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica
Estudantes levam conhecimento produzido na Universidade para escolas da Educação Básica
Comentários