Podem se inscrever nos cursos técnicos estudantes que estão matriculados no Ensino Médio. (Foto/Divulgação)

Os estudantes da UFMS devem ficar atentos ao prazo de recadastramento dos auxílios Permanência, Moradia, Creche e Alimentação. Os beneficiários devem fazer o recadastramento até 31 de janeiro, ação necessária para garantir os auxílios no primeiro semestre de 2022.

O pró-reitor de Assuntos Estudantis, Albert Schiaveto de Souza, explica que os órgãos de controle têm cobrado o recadastramento periódico dos alunos. Ele reforça que os benefícios são direcionados a estudantes considerados vulneráveis socioeconomicamente. “Os recursos são para aqueles alunos que têm renda per capita familiar de até 1,5 salários mínimos, ou seja, por pessoa da família”.

Quem não fizer o recadastramento dentro do prazo perde o direito de receber o auxílio a partir de fevereiro. Segundo o pró-reitor,  os estudantes já foram avisados por e-mail e alertas têm sido divulgados nas redes sociais da UFMS.

É importante que os beneficiários não deixem para fazer o recadastramento na última hora. Desta vez, os estudantes devem apresentar a Folha Resumo do CadÚnico, documento que só pode ser retirado nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). “O aluno precisa ir ao CRAS, fazer agendamento e comprovar o rendimento familiar. Existe um prazo para que ele possa conseguir essa folha resumo. Nesse sentido, o quanto antes melhor, para que tenha o tempo hábil para obter este documento”, afirma.

A estudante de Ciências Sociais Fernanda Sabino recebe o auxílio-alimentação e conta que o benefício foi essencial para garantir a segurança alimentar em casa, principalmente em tempos de pandemia. O auxílio é um apoio financeiro mensal no valor de R$ 250, o que ajudou a estudante em um dos momentos que mais precisou. 

“O auxílio foi de extrema importância para mim, principalmente em meio à pandemia. Eu não estava trabalhando e ganhava apenas R$ 400, então eu utilizava o auxílio para fazer a compra do mês. Era puxado, mas se não fosse o auxílio, eu provavelmente não comeria”, explica. 

Como fazer o recadastramento? 

Para garantir o direito aos auxílios estudantis, os beneficiários devem atualizar o “perfil acadêmico” no Sistema Acadêmico (Siscad) ou no Sistema de Gestão de Pós-Graduação (Sigpos) e inserir a “Folha Resumo do CadÚnico”.

Em seguida, os documentos de comprovação devem ser anexados no site Seleção de Bolsistas da UFMS. Os documentos variam de acordo com o tipo de auxílio. No caso do auxílio Moradia também é necessário inserir o contrato de locação do imóvel ou declaração do locador devidamente assinada. Para o auxílio Creche, é preciso anexar declaração de espera de vaga em centro de ensino infantil devidamente assinada.

Fonte: Ascom UFMS

Comentários