23.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

‘Eterna saudade’: Leonardo faz homenagem para Leandro nos 25 anos da morte do irmão

O cantor sertanejo publicou uma foto antiga dos dois juntos e emocionou os fãs da dupla

O cantor Leonardo fez uma homenagem a Leandro nessa sexta-feira (23), quando se completam 25 anos da morte do irmão. Em um post em seu perfil no Instagram, o sertanejo compartilhou uma foto antiga, em que os dois aparecem bem novinhos, com a mesma pose, carregando uma enxada nos ombros e com looks semelhantes, vestindo calça jeans, cinto e camisa.

“Eterna saudade”, escreveu Leonardo na legenda da publicação, que teve mais de 200 mil curtidas e centenas de comentários.

A homenagem de Leonardo emocionou os fãs, que deixaram comentários de apoio na postagem. “Parece que foi ontem. Dói ainda”, escreveu um internauta. “Saudade dessa época. Tinha apenas 6 anos, amava Leandro e Leonardo”, postou outra fã. “Leandro está sempre vivo em nossos corações”, disse outro. “A gente nunca aprenderá dizer adeus”, falou mais um, fazendo referência à música Não Aprendi Dizer Adeus, sucesso de Leandro e Leonardo.

Leonardo faz homenagem para Leandro nos 25 anos da morte do irmão
Leonardo faz homenagem para Leandro nos 25 anos da morte do irmão (Fonte: Reprodução/Instagram)

Na foto postada na sexta-feira (23), os dois aparecem juntos quando mais jovens. Leandro morreu no dia 23 de junho de 1998, após lutar dois meses contra um câncer raro na região do tórax, em um hospital de São Paulo. Na época, o cantor tinha 36 anos.

A mãe da dupla, Dona Carmem, morreu em abril deste ano, aos 87 anos. Dona Carmem, devota ao catolicismo, costumava participar da Festa do Divino Pai Eterno todos os anos. Após a morte de Leandro, ela deixou alguns itens que pertenciam a ele na Sala dos Milagres. Entre eles estão um violão, sapatos, um terno, além de fotos, um quadro, CDs e um disco de ouro, obtido com o sucesso pela dupla com o irmão Leonardo.

Leandro e Leonardo

Com ajuda de um tio e do patrão do Leonardo, a dupla passou a investir na carreira com apresentações pequenas e que não rendiam muito dinheiro. Na época, eles escolheram o nome da dupla ao saberem de gêmeos de um colega de trabalho que haviam sido batizados como Leandro e Leonardo.

Mesmo com dificuldades financeiras, a dupla lançou o primeiro disco em 1984 e vendia os exemplares nos bares onde se apresentava. Os irmãos começaram a ficar conhecidos dois anos depois, com a gravação da música Contradições, mas o estouro ocorreu em 1989 no lançamento da canção Entre Tapas e Beijos.

No ano seguinte, Leandro e Leonardo gravaram a música que mais projetou a carreira da dupla: Pense em Mim. A música foi escrita pelos pintores Mário Soares, Douglas Maio e José Ribeiro. A canção começou a ser criada com uma batida de reggae, depois migrou para o estilo country antes de ser gravada como sertanejo.

Depois do sucesso, a dupla ganhou projeção nacional, mas manteve a personalidade que os familiares e amigos conheciam desde a infância.

Na dupla, Leandro fazia a segunda voz na dupla com o irmão, mas cantava músicas solo e era destaque entre as segundas vozes do Brasil.

Apesar da timidez, depois que subia no palco, Leandro encatava. Os artistas afirmam que o cantor era dono de uma das mais belas segundas vozes da música brasileira. Outros “segundeiros” contam que se inspiram até hoje no jeito dele de cantar. O sertanejo chamava a atenção nas apresentações e até cantava algumas canções sozinho.

Fale com a Redação