O ex-prefeito do município de Rochedo, Chico Catariana, de 87 anos, morreu, na manhã desta quarta-feira (19), em São Paulo, onde tratava de sequelas da Covid-19. O pai do atual prefeito do município, a 80 km de Campo Grande, foi a óbito mesmo após ter se vacinado com as duas doses da Coronavac. Contudo, a vacina não é garantia de imunização total da saúde, que havia já surtido efeito, mas não fez frente as questões da idade e outras precariedade da Saúde.

Chico era pai e passou “faixa” de prefeito, ao atual chefe do Executivo, Francisco de Paula Ribeiro Júnior, o “Juninho”, que apesar de trabalhar no combate a Pandemia, viu o pai contrair o vírus neste final de mês de abril. Eles passaram ainda dez dias juntos tentando por tratamento em casa.

Com a piora dos sintomas, foi internado no Hospital da Cassems da Capital. Embora curado da doença, problemas de saúde já existentes agravaram o quadro do idoso. Na tentativa de buscar tratamento alternativo, a família o transferiu para um hospital de São Paulo, no dia 8 de maio.

Conforme especialistas, a vacina não impede que a pessoa não contraia o vírus. Há um pico de imunização, em geral duas semanas, após a aplicação segunda dose. Nenhuma das vacinas, no entanto, protege 100% da infecção.

Comentários