(Foto: Divulgação/OAB-MS)

O ex-presidente da Ordem dos Advogados de Mato Grosso do Sul (OAB-MS), Geraldo Escobar Pinheiro, de 70 anos, morreu na madrugada deste sábado (10), em Campo Grande, por complicações da Covid-19. Geraldo Escobar atualmente presidia a Comissão Provisória de Acompanhamento da Covid-19 na instituição.

Em nota o presidente da OAB-MS, Mansour Elias Karmouche, disse que a advocacia sofre uma grande perda. “Doutor Geraldo era além de um amigo, um conselheiro, uma pessoa de diálogo, uma pessoa de fino trato, gostava de ajudar, contribuir com a advocacia. Sempre somou! Foi dele a ideia de criarmos uma comissão para acompanhar a evolução da pandemia da Covid-19 e desde logo já o nomeei como Presidente. Fez uma efetiva participação para que pudéssemos nos unir com as entidades e Órgãos para o enfrentamento. Deu um enorme contributo. Geraldo nunca se apequenou diante dos problemas. Deixará um legado para as próximas gerações. A nossa dor neste momento é a dor de toda a advocacia sul-mato-grossense, com a perda dessa grande personalidade”.

O Secretário-Geral Adjunto do Conselho Federal da OAB, Ary Raghiant Neto, lamentou profundamente o passamento. “A advocacia perde um de seus líderes. Geraldo foi Presidente da Seccional, Conselheiro Federal e Diretor-Geral da Escola Nacional de Advocacia, elevando o nome de Mato Grosso do Sul no cenário nacional. Triste notícia, mais um advogado valoroso que a Covid leva do nosso convívio. Fui seu Conselheiro Estadual. Geraldo era um grande amigo, sujeito simples e pacificador, homem do bem e de paz”.

O também Ex-Presidente da OAB/MS e Deputado Federal, Fábio Trad, lamentou que a partida de Geraldo Escobar enche o coração de tristeza. “Ele foi um irmão, amigo, colega e parceiro de lutas na Advocacia. Eu o sucedi na presidência da nossa querida OAB. Geraldinho, obrigado pelo exemplo. Estou profundamente consternado”.

Para o Ex-Presidente do Conselho Federal da OAB Roberto Antônio Busato, o país perde um grande advogado e um líder da advocacia do Mato Grosso do Sul. “Tive a honra de presidir o CFOAB quando ele presidia a OAB/MS, foi uma passagem muito positiva pelo seu espírito amigável e solidário com o problema de todos. Que Deus o tenha”.

Muito entristecido, o Ex-Presidente da OAB/MS, Vladimir Rossi Lourenço, diz que “a notícia do falecimento do Geraldo apanha a todos de surpresa. Advogado combativo, bom pai e chefe de família, foi sempre o ombro amigo por anos quando representávamos a advocacia sul-mato-grossense. Sua alegria era contagiante e é isso que guardarei. Que descanse em paz.”

O Conselheiro Federal e Vice-Presidente da ESA Nacional, Luis Claudio Alves Bito Pereira, reconhece a dedicação de Geraldo à profissão. “A advocacia brasileira amanhece enlutada. Geraldo Escobar dedicou sua vida às causas da nossa nobre profissão. Foi um dirigente de Ordem de trajetória digna de aplausos, Presidente da OAB/MS, Conselheiro Federal e Presidente da Escola Nacional de Advocacia. Ficam as memórias de um grande líder”.

Emocionada, a Presidente da Subseção de Sidrolândia, Fabiane Brito, fala do legado deixado por Geraldo Escobar. “Um homem que amava essa terra, mesmo nos desafios e nas dificuldades. Aqui ele permaneceu com escritório aberto, prestando serviços jurídicos inigualáveis. Me ensinou a ser forte perante a advocacia e a fazer planos audaciosos para o futuro. Fez parte da minha história na advocacia. Ele sempre me dizia: ‘Deus tem um plano para mim nesta cidade’. O céu está em festa e nos deixou com saudades.”

O enterro ocorrerá às 16:30 no Cemitério Parque das Primaveras localizado na Avenida Senador Filinto Müler, 2211, bairro Parati.

Comentários