(Foto: Divulgação/PC)

A Polícia Civil em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e ONG Cão Feliz, realizou ontem (25), a 2ª feira de adoção de cães e gatos, vítimas de maus tratos, resgatados e apreendidos em investigações criminais desenvolvidas pela Delegacia Especializada de Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat). O evento aconteceu na sede do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ).

Várias famílias estiveram no local e puderam adotar os bichinhos, que agora vão poder ter um lar, repleto de amor e carinho. Foi o caso da jovem Eduarda, que adotou a Laila. “A gente viu ela e já sentimos uma conexão. A gente já tem cachorro em casa, mas a gente gostou muito dela e desta ação de adoção”, comentou.

De acordo com o delegado Maércio Alves Barbosa, assim que os animais são resgatados das casas em que sofriam maus-tratos, eles são encaminhados para a Ong Cão Feliz e recebem atendimento do CCZ, para depois serem encaminhados para lares temporários e definitivos. Hoje, com a ação, aproximadamente 14 animais foram adotados. 

Para a médica veterinária do CCZ, Cláudia Macedo, esta parceria é extremamente benéfica e a ajuda da população é fundamental.

Comentários