O feriado prolongado em Mato Grosso do Sul pela emenda do fim de semana com as comemorações da criação do Estado e o dia de Nossa Senhora Aparecida (11 e 12 de outubro) deve levar muitas pessoas a viajar. Para quem vai pegar a estrada em ônibus de linha com destino a diferentes cidades do estado, a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos – Agepan recomenda uma série de cuidados para garantir uma viagem tranquila e segura.

O sistema de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros está operando regularmente. Com o avanço que Mato Grosso do Sul conseguiu no controle da pandemia, com a vacinação e medidas de controle, desde 19 de agosto foi suspensa a restrição a 50% da capacidade dos ônibus e vans. Os veículos já podem rodar com a lotação normal. Mas diversos cuidados ainda são necessários. Além disso, as empresas precisam observar regulamentos municipais que podem trazer orientações especificas.

“Mato Grosso do Sul tem muitas cidades com atrativos para quem quer passear, descansar, ver amigos e a família. A viagem em ônibus intermunicipal é uma boa opção, desde que feita pelo sistema legalizado e com todos os cuidados”, lembra o diretor-presidente da Agepan, Carlos Alberto de Assis. “Estamos em campo fiscalizando e ajudando o cidadão a fazer uma boa viagem”.

Confira as orientações e dicas

  • Saúde

Na ida ao guichê da empresa, na plataforma, na fila de embarque, na circulação dentro do veículo, é importante manter o distanciamento. O uso de máscara é obrigatório, assim como a constante higienização das mãos (com água e sabão, álcool ou álcool em gel).

  • Aquisição de passagem

Só adquira o bilhete em pontos oficiais de venda e apenas com empresas cadastradas. Seja em ônibus, micro-ônibus ou vans, o transportador precisa estar autorizado pela Agepan. Atenção aos pontos de embarque, que são as rodoviárias ou locais de seccionamento oficiais. Operadores autônomos credenciados também têm pontos de embarque e desembarque e horários estabelecidos. Empresas e operadores precisam emitir um bilhete eletrônico de passagem.

  • Busca por transportador

No site da Agepan, o sistema Pesquisa de Viagem informa quais empresas fazem uma determinada linha, com horários e tarifas. Basta escolher a origem e o destino para ver as opções.

  • Gratuidades

Empresas e transportadores autônomos têm que oferecer as gratuidades garantidas na legislação: Nos ônibus, 2 poltronas grátis para idoso, 2 poltronas grátis para pessoa com deficiência, e 2 poltronas com 50% de desconto para idosos. Nos micro-ônibus, 1 poltrona grátis e 1 com 50% de desconto para idoso, e 1 poltrona grátis para pessoa com deficiência.

  • Clandestinos

Nunca viaje com transportador clandestino. Não aceite viagem oferecida por pessoa não autorizada e credenciada na Agepan. Caso contrário, a viagem não tem qualquer garantia, além de ser um risco para a segurança.

  • Cinto de segurança

Antes da partida é obrigatório afivelar o cinto de segurança. O equipamento é uma garantia de viagem segura não apenas para o próprio usuário quanto para os demais passageiros. O veículo tem que estar com o cinto em boas condições e visivelmente colocado sobre a poltrona.

Quem utiliza o cinto de segurança tem até sete vezes mais chances de escapar vivo em um acidente.

  • Turismo

Para viajar com uma empresa de fretamento turístico, o passageiro também conta com transportadores credenciados pela Agepan. Nesse caso, a empresa não pode vender bilhete avulso, porque o serviço é um pacote fechado para grupo. Para confirmar se a empresa está regular, basta exigir que o transportador apresente a Licença de Viagem Eventual/Turística. No site da Agência, é possível encontrar a relação das empresas de fretamento.

  • Reclamações, informações, sugestões

A Agepan dispõe de uma Ouvidoria, para prestar informações, tirar dúvidas e receber reclamações dos usuários. Em caso de qualquer problema, o passageiro pode fazer o registro diretamente no sistema eletrônico e-Ouvidoria, acessível pela web ou no APP MS Digital.

Também é possível entrar em contato pelo telefone 0800 600 0506 ou o e-mail [email protected].

Fonte: Ascom Agepan

Comentários