Pesquisadora Ieda Mendes, da Embrapa Cerrado, explanou sobre a tecnologia durante painel na Trincheira Show.

23/01/2020 19h15
Por: Redação

O solo é a base de todo sistema de produção de alimentos, fibras, produtos florestais e agroenergia. Por isso, é fundamental entender sua biologia para potencializar a produção de diversas culturas agrícolas. Pensando nisso, a Embrapa Cerrados desenvolveu uma tecnologia para preencher a lacuna causada pela ausência do componente biológico nas análises de rotina dos solos. A ferramenta, chamada de BioAs (Bioanálise do Solo), foi apresentada pela pesquisadora da entidade, Ieda Mendes, durante painel realizado na Trincheira Show do Showtec 2020, na manhã desta quinta-feira (24).

Em uma trincheira com 22,5 metros de comprimento e 3 metros de profundidade, foram apresentadas as diferenças morfológicas nas raízes de nove coberturas vegetais e como essas raízes influenciaram o desenvolvimento da soja quando cultivada em sucessão a coberturas vegetais. Os visitantes conheceram, com detalhes, os aspectos físicos, químicos e biológicos do solo e os impactos do sistema radicular na melhoria da qualidade do sistema. Depois, houve o lançamento dos parâmetros técnicos para análise da biologia do solo.

Ieda explica que o objetivo da ferramenta é facilitar o monitoramento. O acompanhamento da atividade biológica do solo pode auxiliar na tomada de decisão na escolha de práticas conservacionistas, como a intensificação da rotação de culturas, sendo alternativa para aumento da produtividade das culturas. “A BioAS consiste na análise das enzimas arilsulfatase e β-glicosidase, associadas aos ciclos do enxofre e do carbono, respectivamente. Por estarem relacionadas, direta ou indiretamente, ao potencial produtivo e à sustentabilidade do uso do solo, essas duas enzimas funcionam como bioindicadores e ajudam a avaliar a saúde dos solos”, explica.

A pesquisadora argumenta que solos saudáveis são solos biologicamente ativos, produtivos e resilientes, que promovem a saúde das plantas, pessoas e animais e que preservam a qualidade ambiental. “Isso tudo proporciona, entre outros benefícios, o sequestro de carbono, o armazenamento e infiltração de água, a biorremediação de pesticidas e a mitigação da emissão de gases de efeito estufa. Assim, estar em uma trincheira com raízes de várias plantas de cobertura tem tudo a ver com a BioAs, pois a utilização dessas plantas é uma das formas de ativar biologicamente o solo, promovendo a saúde do mesmo”, aponta.

Com a manutenção de solos saudáveis, todos saem ganhando: o agricultor, o meio ambiente e a sociedade. Ieda comenta que dados de pesquisas demonstram que solos biologicamente mais ativos também são mais produtivos, estáveis, resilientes, com maior capacidade de tolerância a estresse hídricos, maior potencial de biorremediação de pesticidas e maior eficiência no uso de insumos. “Tudo isso resulta em maiores lucratividades tanto do ponto de vista econômico como dos aspectos relacionados à prestação de serviços ambientais”, conclui.

Showtec

O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS, Sistema Fiems/Senai e Sicredi. O Showtec conta, ainda, com o apoio da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fundems, Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semagro, Fundação Agrisus e Sanesul.

Assessoria.

Divulgação

Comentários