A Fiocruz recebe neste sábado (24) nova remessa de IFA para produção de vacinas (Foto: cos Bio-Manguinhos/Fiocruz)

A remessa que chega da China será a sétima das 14 previstas e terá o suficiente para produzir vacinas até 2 de junho

A Fiocruz (Instituto Oswaldo Cruz) recebe neste sábado (24) um novo carregamento de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) para a produção de vacinas Oxford/AstraZeneca contra covid-19, no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos. A remessa que chega da China será a sétima das 14 previstas e terá o suficiente para produzir 9 milhões de doses até 2 de junho.

Esse volume se somará ao estoque de insumos para 7 milhões de doses que ainda restarão ao fim de abril, permitindo a produção de 16 milhões de doses até 12 de maio. As próximas remessas serão em  29 de abril; em 12, 18, 19 e 26 de maio; e 2 de junho. O cronograma ainda pode ter mudanças, segundo a Fiocruz.

Até o momento, a Fiocruz recebeu IFA suficiente para produzir 39 milhões de doses. Dessas, 31 milhões já foram produzidas e 10,8 milhões foram entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde. Nesta sexta-feira foram liberadas 5,2 milhões de doses para distribuição aos estados e municípios e, napróxima sexta-feira, estão previstas mais 6,7 milhões de doses.

Para os próximos meses, a programação prevê 21,5 milhões, em maio; 34,2 milhões, em junho; e 22 milhões, em julho. Desse modo, a fundação cumprirá a meta de produzir 100,4 milhões de doses a partir do IFA importado, conforme acordo de encomenda tecnológica firmado com a farmacêutica AstraZeneca. No segundo semestre, a Fiocruz prevê produzir 110 milhões de doses com IFA fabricado no Brasil.

Chega a cerca de 20 milhões o número de doses da vacina Oxford/AstraZeneca recebidas pelo Programa Nacional de Imunizações. Desse total, 16 milhões foram produzidas em Bio-Manguinhos e 4 milhões foram importadas prontas da Índia.

Já foram entregues ao Programa Nacional de Imunizações 20 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Do total, 16 milhões foram produzidas em Bio-Manguinhos. As outras 4 milhões foram importadas prontas da Índia nos meses de janeiro e fevereiro.

A vacina Oxford/AstraZeneca tem eficácia de 76% 20 dias após a primeira dose. Com a segunda aplicação, o percentual sobe para 82%.

Distribuição

O Ministério da Saúde distribuiu nesta semana aos estados e Distrito Federal 3,5 milhões de doses de vacinas contra covid-19. Desde o início da campanha de vacinação, em 18 de janeiro, foram destinadas a todas as unidades federativas mais de 57,3 milhões de doses de imunizantes, com um alcance de aproximadamente 32,6 milhões de brasileiros. Até o dia 22 de abril, mais de 34 milhões de doses já foram aplicadas.

Fonte: R7

Comentários