Aviões apreendidos em operação. (Foto/ILUSTRAÇÃO)

Laudelino Ferreira Vieira é apontado pela polícia como líder do grupo que invadiu e roubou três aeronaves no aeroclube de Aquidauana na última segunda-feira (6).

O homem é foragido da penitenciária de segurança máxima, Jair Ferreira de Carvalho, localizado em de Campo Grande, de onde teria fugido misteriosamente em junho.

A participação de Lino, como é conhecido, foi identificada após o depoimento de outros dois envolvidos no crime que foram capturados em Anastácio e acabou indicando o criminoso como mandante da ação.

Laudelino integrou a quadrilha que também roubou três aviões e matou o empresário Luís Fernandes de Carvalho em Corumbá, no ano de 2004. A somatória de suas condenações nos mais diversos crimes ultrapassam 80 anos de prisão.

Um dos crimes pelo qual foi condenado a 22 anos de prisão é a tentativa de assassinato de agentes rodoviários federais em 2010 durante uma fuga, quando ele e um comparsa furaram o bloqueio policial disparando vários tiros contra a equipe na BR-262 na cidade de Terenos ao tentar trazer cocaína da Bolívia.

Na Máxima de Campo Grande o fugitivo cumpria pena quando sumiu misteriosamente após seu expediente de limpeza na escola do presídio, onde tinha autorização para trabalhar. Suspeita-se que ele tenha escapado em um dos veículos de empresa terceirizada que prestava serviços no local.

Comentários