Perícia no local da quarta execução em Ponta Porã (Foto: MS em Foco)

Quatro pessoas foram assassinadas a tiros, ontem (19), na fronteira Brasil-Paraguai. Os casos foram registrados na cidade de Ponta Porã.

O primeiro caso ocorreu, por volta das 7h10, quando Ederson Benites Cano, de 28 anos, foi morto a caminho de casa, em área de invasão, conhecido como “Favelinha”, na Vila Ferroviária.

No inicio da tarde, dois homens, identificados como sendo Aldenir Alves, de 49 anos, e Joaquim Antônio da Silva, de 55, foram alvos de pistoleiros que chegaram em uma moto e invadiram a conveniência em que eles estavam, no Jardim Altos da Glória. Outro homem, de 54 anos, também foi atingido por tiros, sendo socorrido ao hospital.

Mais tarde, uma quarta execução foi registrada. Desta vez de um homem, identificado como Orlando do Sul Batista da Silva, de 53 anos, foi morto no momento em que cortava a grama da residência na Vila Aure. Testemunha disse à polícia que um desconhecido chegou de moto, parou do outro lado da rua e se aproximou da vítima e arma em punho disparou por um menos seis vezes, atingindo a sua cabeça. 

Comentários