O Governo do Paraguai aprovou na última terça-feira (22) o protocolo sanitário para a reabertura parcial da fronteira terrestre com o Brasil. Com isso, a divisa de Pedro Juan Caballero com Ponta Porã será liberada a partir do dia 29 de setembro. Ontem (24), houve nova reunião entre autoridades paraguaias e comerciantes no departamento de Amambay, região de fronteira, próximo a Mato Grosso do Sul, que ratificou a abertura da linha internacional.

Na reunião, ficou definido que o protocolo de reabertura se estenderá por toda faixa de fronteira entre a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero e o município sul-mato-grossense, Ponta Porã, que estará aberta a partir das 7 da manhã até às 21h da noite.

Nesse período, a partir da reabertura, turistas poderão atravessar a linha internacional com todos os cuidados necessários para se protegerem da Covid-19. Residentes na região tem acesso livre para ir e voltar ao país vizinho independente do horário o exército paraguaio fará a vigilância no local.

A decisão de fechar a linha internacional partiu do governo paraguaio para impedir o avanço do novo coronavírus pelo país. Desde o início da pandemia, 5 mil pessoas foram demitidas e das 500 lojas e estabelecimentos, 200 fecharam as portas, segundo dados da Câmara do Comércio de Pedro Juan Caballero.

Segundo a Direção Geral de Migração, a  abertura total terá um período experimental de três semanas e se não for verificado um aumento considerável nos casos de Covid 19, a ordem será ampliada. A expectativa dos comerciantes paraguaios é aproveitar inicialmente o Dia das Crianças no Brasil e depois as vendas do final de ano.

Comentários