22.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 12 de abril, 2024
spot_img

“Fui sequestrado, torturado e sofri tentativa de homicídio”, diz indígena de Dourados

O jovem Lucas Tiago Alves, de 26 anos, morador na Aldeia Jaguapiru, em Dourados, aponta ter sido vítima de sequestro, tortura e tentativa de homicídio. O rapaz registrou que quatro homens que ele até conhecia chegaram à sua residência, cada um em um carro, armados com porretes de madeira, facão, faca e uma arma de fogo. No local logo de entrada do quarteto, as agressões se iniciaram.

Conforme relato policial, Lucas disse que os agressores o agarraram, o algemaram e cobriram sua cabeça com um capuz, levando-o para uma mata atrás de uma distribuidora no anel viário, na MS-156. Lá, já havia uma vala preparada para enterrar a vítima. 

Os criminosos exigiram que ele abrisse a boca, ameaçando atirar em sua garganta. Ao realizar o disparo, Lucas conseguiu desviar, mas foi atingido por um tiro de raspão no rosto. Os agressores tentaram atirar mais vezes, mas a arma falhou.

Em seguida, os sequestradores levaram Lucas para uma cela improvisada, onde o agrediram brutalmente. As agressões só cessaram quando, segundo relatado por ele, uma das lideranças da aldeia chegou ao local e ordenou que a vítima fosse liberada.

Investigar

A polícia Civil está investigando o caso e busca identificar e prender os responsáveis pelo crime.

Fale com a Redação