Escola de Qualificação Profissional da Funsat. (Foto: Divulgação/Pref. CG)

A Escola de Qualificação Profissional da Funsat ofertou somente no ano de 2021, 27 cursos gratuitos, tanto on-line quanto presencial, totalizando de 634 vagas abertas, formando e certificando 440 alunos. Com isso, 59 pessoas garantiram colocação no mercado de trabalho, sendo que pelo menos 30 delas estão trabalhando na área de atuação do curso realizado.

Além dos cursos em andamento na plataforma on-line (modalidade imposta a partir da pandemia da Covid-19), a Fundação Social do Trabalho de Campo Grande iniciou novos cursos presenciais neste ano de 2021, com aulas na sede da Funsat e prédios dos órgãos parceiros.

Funsat garante a qualificação de mais de 400 pessoas na Capital em 2021

De acordo com o titular da fundação, Luciano Martins, os resultados indicam que o desemprego por falta de qualificação profissional está sendo superado, e que muitas colocações no mercado de trabalho serão feitas se mais pessoas se qualificarem. “Conseguimos certificar mais de 400 pessoas com vários cursos de qualificação, e para nossa alegria, mais de 50 conseguiram já uma colocação no mercado de trabalho. Isso mostra, sem sombra de dúvidas, que devemos continuar com os projetos e processos de qualificação”.

Aluno do curso de atendimento ao cliente,  Augusto Fernando Rodrigues de Castro, de 58 anos, falou da importância de buscar conhecimento por meio de novas qualificações, visando acompanhar a exigência do mercado de trabalho. “Eu fiquei desempregado por três anos, mas graças a Deus comecei a trabalhar há pouco tempo. Sempre que posso faço curso de qualificação profissional. Isso tem me ajudado, principalmente no sentido de melhorar o meu nível de atendimento às pessoas. No ano passado fiz o curso de atendimento ao cliente com a Funsat, e se eu tiver oportunidade farei outros. Sem dúvida eu indico e asseguro que eles trazem bons resultados”.

Já Armando Cerezer Giraldo, de 28 anos, conta que viu no curso de atendimento ao cliente a oportunidade de entrar em uma nova profissão. “Fiz o curso básico, mas para quem está querendo ingressar nessa área já é um grande passo. O professor foi muito atencioso e as aulas foram muito produtivas, tanto que já saí do curso direto para um emprego. Eu não trabalhava na área, mas através do conhecimento adquiro estou no mercado de trabalho”.

Os interessados em participar dos cursos gratuitos ofertados pela Funsat devem ficar atentos às divulgações nas redes sociais da Fundação. É importante ressaltar que as vagas são limitadas.

De acordo com a Portaria n° 17, 10% das vagas dos cursos oferecidos são destinados para Pessoa com Deficiência, e outros 10% para mulheres vítimas de violência.

Comentários