Divulgação/Gaeco

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de Naviraí e pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou, na manhã desta quarta-feira (16), a Operação “Destilação Fracionada”.

A ação tem objetivo de dar cumprimento a sete mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da cidade. A investigação teve como alvo a suspeita de prática dos crimes de peculato, falsidade e associação criminosa.

A investigação iniciada pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público de Naviraí em março deste ano apontou a existência de fortes indícios da prática do crime de peculato envolvendo desvio de combustível em contrato celebrado com a Prefeitura de Naviraí e o posto de gasolina localizado naquele município, com a possível participação de servidores públicos.

Além da busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados, a Justiça ainda determinou o afastamento do cargo de três servidores públicos municipais investigados pelo Ministério Público do Estado.

Comentários