22.8 C
Campo Grande
quarta-feira, 22 de maio, 2024
spot_img

Gol de Canobbio faz Athletico-PR vencer Inter com invencibilidade em casa

Depois de perder na última rodada, o Athletico-PR se recuperou com vitória sobre o Inter dentro de casa, por 1 a 0, na tarde deste domingo. Em partida movimentada, com chances para os dois lados, Canobbio foi o autor do gol da vitória do Furacão no segundo tempo. Herói da partida, o uruguaio quase foi vilão ao ser expulso aos 42 minutos.

O Athletico não perde dentro da Ligga Arena desde o dia 12 de julho do ano passado, quando foi derrotado pelo Flamengo, por 2 a 0, na Copa do Brasil. Assim, com o resultado, o Furacão chega a seis pontos e sobe para a terceira posição, atrás de Bragantino e Flamengo, respectivamente.

Já o Colorado estaciona nos mesmos seis pontos, mas pelo critério de desempate, cai para a quinta colocação. Confira a tabela completa do Brasileirão.

Cannobio comemora gol do Athletico-PR contra o Internacional
Cannobio comemora gol do Athletico-PR contra o Internacional (Foto: Robson Mafra/AGIF)

Confusão do árbitro

Aos 40 minutos do primeiro tempo, Vitão parou o ataque do Athletico-PR com falta em Canobbio. Felipe Fernandes de Lima assinalou, apresentou o amarelo para o zagueiro e puxou o vermelho do bolso. Instantaneamente os jogadores do Inter partiram para cima da arbitragem para reclamar.

O árbitro conferiu as marcações e reconheceu que se confundiu, pois Robert Renan já tinha cartão amarelo, mas Vitão ainda não. Assim, cancelou a expulsão do jogador colorado.

Gol e expulsão em um minuto

Canobbio foi o autor de um golaço aos 25 minutos do segundo tempo que garantiu a vitória do Athletico-PR. Mas aos 41 minutos da etapa final fez falta em Bustos e ficou na bronca pela marcação. Por conta das reclamações, levou amarelo. No minuto seguinte, deu um carrinho por trás também em Bustos, levou o segundo amarelo e foi expulso.

Aos 41 min do 2º tempo - cartão vermelho de Canobbio do Athletico-PR contra o Internacional
Aos 41 min do 2º tempo – cartão vermelho de Canobbio do Athletico-PR contra o Internacional

Primeiro tempo

A partida começou com o Inter comandando um pouco mais as ações da partida, mas ainda sim, muito equilibrado. Wesley foi quem criou as melhores chance para o Colorado. Foi ele quem arriscou de fora da área aos 11 minutos.

Mas aos 36, arrancou pela esquerda e invadiu a área sozinho e finalizou no lado de fora da rede. Já o Furacão levou perigo na falta cobrada por Fernandinho aos 30 minutos e, no rebote, Cuello chutou por cima. Rochet assustou ao não segurar o chute do atacante do Athletico, mas conseguiu ficar com a bola antes de Canobbio aproveitar a falha do goleiro. Um dos destaques na primeira etapa foi o número de cartões amarelos. Um para o time da casa e quatro para o visitante.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram do intervalo dispostas a tirar o zero do placar. Com apenas um minuto de jogo, Zapelli cobrou falta fechada, a bola passou por todo mundo e Christian não alcançou por pouco. Aos 13 minutos, Esquivel chegou pela esquerda e finalizou a gol para a defesa de Rochet. No rebote, Christian finalizou de cabeça e o goleiro colorado se recuperou no lance e fez a segunda intercepção na sequência.

Aos 19 minutos, Gustavo Prado fez grande jogada pelo meio e deixou Borré cara a cara com Bento, que defendeu o primeiro chute e no rebote o centroavante tentou empurrar para dentro do gol e Thiago Heleno salvou o Furacão. Seis minutos depois, Canobbio dominou na entrada da área, limpou Robert Renan e chapou de esquerda para abrir o placar. Atrás do placar, Coudet mexeu no time e o Inter criou mais chances. Aos 41 minutos, o herói quase foi vilão ao receber dois amarelos em um minuto. O Colorado pressionou, colocou bola na trave com Borré, mas não conseguiu o gol de empate.

Próximos jogos

O Athletico-PR volta a campo na quarta-feira, quando visita o Danubio, às 19h (de Brasília), pela terceira rodada do Grupo E da Sul-Americana, no Estádio Centenário, no Uruguai. Pela mesma competição, o Inter visita o Delfín, no Equador, na quinta-feira, às 23h (de Brasília), pelo Grupo C, no estádio Jocay.

Fonte: Portal GE

Fale com a Redação