Os investimentos de Mato Grosso do Sul para a retomada das aulas na Rede Estadual de Ensino (REE) somam R$ 3,6 milhões. O planejamento para garantir a prevenção de contágio da Covid-19 em estudantes e profissionais da educação conta com mais de 1,3 milhão de itens.

Termômetros, luvas, máscaras, borrifadores, álcool gel 70, dispenser em totem, e materiais de limpeza, tudo em grandes quantidades, estão entre os itens adquiridos pelo Governo do Estado para distribuição nas unidades escolares dos 79 municípios do Estado.

O material será utilizado na nova rotina escolar definida pelo Protocolo Volta as Aulas elaborado por uma comissão composta por 21 instituições, e que prevê diversas medidas de biossegurança para o retorno das atividades presenciais.

A liberação para uso emergencial da vacina contra a Covid-19 no Brasil trouxe esperança de retomada gradativa em diversos setores, e na educação não será diferente destaca o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel.

“Desde o início da pandemia temos planejado e tomado decisões pautados na ciência e na preservação de vidas. A liberação emergencial da vacina no Brasil nos permite dar um passo à frente, e começar a pensar na retomada gradativa das aulas presenciais, mas sem deixar de lado as medidas de prevenção”, explica.  

A Secretaria de Estado de Educação (SED) prevê o retorno das aulas nas 347 escolas da REE no mês de março. O Governo do Estado conta com três planos de retorno das aulas na Rede Estadual de Ensino para o ano letivo de 2021: presencial, híbrido e remoto. A decisão definitiva será tomada entre as secretarias de educação e saúde.

Comentários