Guarda recebe arma de fogo durante formatura na Praça do Rádio (Foto: PMCG)

A Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande (CGM) atingiu a marca de 95% do seu efetivo certificado para o uso do armamento letal. Nesta quarta-feira (22), mais uma turma com 101 servidores concluíram a instrução e estão aptos para o uso da arma de fogo quando necessário for nas ocorrências.

Dados da Sesdes (Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social) apontam que, ao todo, são 1.506 guardas municipais certificados para o uso de armamento letal desde 2017, quando a corporação recebeu a autorização e passou a utilizar o equipamento.

O GCM Samuel Pires da Silva foi um dos certificados. “A ação vai contribuir muito com o patrulhamento ostensivo urbano da cidade, tanto para segurança do munícipe, que é nosso bem maior, quanto o próprio agente da segurança pública, que vai estar portando mais um armamento. Isso vem somar, agregar ao serviço de patrulhamento, seja ele nas comunidades, nos bairros, bem como nos centros urbanos das cidades”, pontuou. 

Na solenidade de hoje, foram entregues 36 novas motocicletas para a GCM, gerando acréscimo de 138% na frota de viaturas de duas rodas. Destas, 21 foram adquiridas por R$ 605.850,00 com recursos da Prefeitura Municipal.

Já as outras 15 motociclistas, que custaram R$ 432.750,00, foram bancadas com recursos de um convênio firmado com o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

Presente no evento, a prefeita Adriane Lopes destacou que as capacitações são importantes para que os servidores estejam preparados para qualquer desafio. “Nós temos 47% do Plano de Governo executado. Estamos cumprindo uma das metas, que é capacitar e valorizar os GCMs. Executar uma meta tem valor para nossa gestão. Parabéns aos agentes que recebem esta cerificação”, disse. 

“Nós olhamos sempre para o bem coletivo e assim pretendemos continuar avançando. Até é uma questão de obrigação moral trabalharmos para o bem da nossa Capital”, complementou o secretário da Sesdes, Valério Azambuja. 

Melhorias para os guardas municipais

A Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social vem implementando um permanente e amplo Programa de Valorização na Guarda Civil Metropolitana, resultando na realização nos últimos anos de eventos de treinamento e aperfeiçoamento de 5 vezes o seu quadro efetivo por meio de 3.528 horas/aula, sendo 1.506 participantes em eventos de capacitação para o uso de armamento letal e 214 participantes para o emprego de armas não-letais.

Em dezembro de 2021, a Lei Municipal n. 6.769 criou o Programa de Valorização dos Servidores da Segurança Pública do Município de Campo Grande. Já neste ano, o Decreto n. 238 promoveu quase 1.000 Guardas Metropolitanos para as categorias de Primeira e Segunda Classe. 

Pelo Decreto n. 15.100/2022 o Executivo reajustou em 130% o valor do auxílio-alimentação para Guardas Civis Metropolitanos e criou gratificação para escala de serviço por excedente de plantões.

No último dia 11 de maio, a prefeita Adriane Lopes editou o Decreto n. 15.226 instituindo o Código de Ética da Guarda Civil Metropolitana, consolidando para os próximos anos a conduta dos operadores da Segurança Pública desta Capital.

Comentários