22.8 C
Campo Grande
domingo, 21 de julho, 2024
spot_img

Hiperplasia mamária: Subea alerta sobre os riscos da vacina anti cio 

Na tentativa de evitar uma ninhada não desejada, muitos tutores acabam procurando formas mais baratas e que nem sempre são as melhores opções para os animais. A vacina anti cio ou anticoncepcional, disponível no mercado, tem valores mais acessíveis que a castração, mas é uma bomba de hormônio que pode trazer consequências graves à fêmea. 

Uma dessas consequências pode ser a hiperplasia mamária que é uma condição que se caracteriza pelo crescimento de uma ou mais glândulas mamárias, causada pela proliferação exacerbada de células, tornando-as firmes, não inflamadas e que sem tratamento podem infeccionar ou necrosar.

Foi o que aconteceu com a gatinha Floquinha, que chegou até a Subea com essa condição após sua tutora, Rosinere Teodoro, dar para ela uma vacina anti cio. Ela explicou que a gatinha apareceu em sua casa e foi adotada. A tutora levou Floquinha até um petshop perto de sua casa e o atendente indicou a vacina para ela não emprenhar.

“Ela apareceu na minha casa já grandinha e fiquei com medo dela ficar grávida e dei a medicação como me informaram”. 

Sobrecarga no organismo

Hiperplasia mamária: Subea alerta sobre os riscos da vacina anti cio 

Edvaldo Salles, veterinário-chefe da Subsecretaria do Bem-Estar Animal (Subea) explica que a doença pode acometer principalmente animais jovens, no primeiro cio e que por estar no ápice de produção hormonal, quando tomam a vacina acabam sobrecarregando o organismo.

“Em último caso, a recomendação é que a vacina seja ministrada antes da cadela ou da gata entrar no cio. Após o cio, a eficácia pode ser menor e ainda causar riscos”. 

Castração

Ainda segundo o veterinário, a melhor medida para se evitar ninhadas indesejadas, é com a castração.

“Atualmente a Prefeitura disponibiliza para os animais da população, 600 castrações por mês, para cães e gatos, machos e fêmeas. É muito mais garantido e seguro castrar do que ministrar medicações para controle populacional. Sem contar outros benefícios que a castração traz, como por exemplo, a longevidade dos animais com mais saúde”.

Floquinha agora está em tratamento para hiperplasia, com medicação que corta o efeito do hormônio no organismo, associado com anti-inflamatório e antibiótico. Assim que o tratamento terminar ela passará por esterilização. 

Consultas

A Prefeitura de Campo Grande, através da Subea, disponibiliza às segundas, terças, quintas e sextas-feiras, consultas veterinárias gratuitas para os pets da população. São distribuídas 15 senhas pela manhã, a partir das 7h30, e 15 senhas pela tarde, a partir das 13h. O tutor deve ir até a unidade de atendimento com o seu animal, além de documento com foto, comprovante de residência e o número do NIS atualizado.

Serviço:

Local: Subea

Endereço: Rua Rui Barbosa, 3538 – Centro.

Informações: 2020-1397

Fale com a Redação