Polícias na cena do crime. (Foto: Midiamax)

A vítima foi alvejada por diversos disparos de fuzis calibre 5.56 e 7.62

Geraldo Ramos Villa, de 36 anos, foi executado a tiros de fuzis na noite de ontem (16), a Rua Senador Virgílio Távora, Conjunto Iracy Coelho III, em Campo Grande. A vítima foi surpreendida no momento em que guardava um veículo na garagem da residência.

Segundo registro policial, a esposa da vítima contou a polícia que seu marido saiu da residência para guardar uma caminhonete L200 amarela, quando foi interceptado na rua por dois homens em um veículo prata. Eles desceram e realizaram diversos disparos de fuzis calibre 5,56 e 7,72, momento em que a mulher saiu correndo para os fundos do imóvel em busca de abrigo.

A vítima morreu no local, ao lado do seu veículo. Os autores, após o crime, fugiram e estão sendo procurados pela polícia.

Outra testemunha que passava pela rua relatou aos policiais que o veículo em que estava os executores seria um HB20 S, não sabendo dar outros detalhes do ocorrido.

A Perícia Técnica constatou que Geraldo foi morto com 61 disparos de variados calibres (5.56 e 7.62), sendo localizadas 57 cápsulas, quatro munições, quatro projéteis deflagrados. Próximo ao corpo da vítima, também, foram encontrados mais seis projéteis deflagrados e uma cápsula.

Todo material foi apreendido e o caso registrado como homicídio qualificado por emboscada a vítima, tornando impossível a sua defesa.

Comentários