Caso foi registrado na Depac Centro. (Foto: Divulgação)

Os policiais foram chamados para atendimento de ocorrência em uma boate, onde um consumidor recusou a pagar a conta, além de importunar pessoas e promover desordem

Um homem, de 38 anos, promoveu uma série de problemas após entrar usando nome errado, importunar pessoas, promover desordem e ainda se recusar a pagar o que bebeu em uma casa noturna no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, na madrugada de hoje (26).

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelo gerente do estabelecimento, por volta da 1 hora da madrugada, o acusado estava importunando clientes e causando desordem no local, e tentava deixar o espaço sem pagar pelo que havia consumido. “Todos os clientes precisam apresentar a comanda de consumação na saída, algo que o consumidor não fez”, frisou o responsável pela casa noturna.

Diante da situação, a Polícia Militar foi chamada, e policiais acabaram prendendo o autor, que entre outras provocações dizia “que não conversaria com pretos”, se referindo aos policiais, quando foi questionado seu nome. Visivelmente embriagado, o homem ainda disse que “faria ligações para pessoas influentes que o tirariam dali”.

Ao receber voz de prisão, o suspeito reagiu de forma violenta sendo necessário apoio de uma equipe de Força Tática. Dominado, preso e encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro, foi autuado em flagrante de resistência, estelionato tentado, recusa de dado sobre a identidade e injuria referente a cor.

Ainda na casa noturna foi constatado que não havia o nome dele na entrada, nem a comanda, que segundo informações, indica que entrou usando outro nome e após consumir extraviou o comprovante de despesa. Mesmo com a presença policial ele disse que não pagaria “p* nenhuma”.

Comentários