A Delegacia de Polícia Civil de Douradina cumpriu, na manhã desta quarta-feira (22), o mandado de prisão preventiva de um homem de 53 anos. O pedido de prisão preventiva ocorreu após o autor descumprir as medidas protetivas decretadas e ainda incendiar a residência de sua ex-esposa na noite do último dia 11 de setembro, em pleno no centro de Douradina.

Conforme a PC, durante a investigação, apurou-se que o autor compareceu na residência da vítima no período noturno e, ao vê-la na companhia de um novo companheiro, não teria gostado do fato. Diante disso, saiu do local, mas minutos depois voltou à residência e incendiou o local. Além disso, o autor passou a realizar ameaças via WhatsApp.

A vítima relatou que com o incêndio teve um prejuízo de aproximadamente R$ 70 mil, pois é vendedora de roupas e o autor incendiou o quarto onde estavam as mercadorias.

“Após o fato, o autor fugiu da cidade. Mas, foi representado pela sua prisão preventiva, a qual foi deferida e o mandado foi cumprido nesta data, sendo o autor encaminhado para a Delegacia de Itaporã”, apontou a PC local.

Crimes

Agora, o ciumento teve instaurado inquérito policial e responderá pelos crimes incêndio em casa habitada, descumprimento de medidas protetivas de urgência e ameaça.

Comentários