(Foto: Divulgação)

Maurílio Arcanjo, de 62 anos, morreu na noite desta segunda-feira (6), por volta das 19h30. no Hospital Regional (HR) de Ponta Porã. Ele estava internado na unidade hospitalar desde domingo (5), quando atirou duas vezes no peito e na barriga, depois de assassinar a esposa Aline Aparecida Perez Gomes, de 37 anos, e o seu filho Davi Luiz Perez Arcanjo, de apenas 7.

+ Homem mata à tiros esposa e filho de 10 anos e tenta suicídio na fronteira

Após assassinar os dois, Maurílio teria recarregado o revolver, ligado para um amigo confessando o crime e avisando que iria se matar. Ele foi encontrado agonizando na varanda da residência ao lado da arma e com uma arma ao lado.

A vizinhança acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que entrou na residência com a Polícia Militar. A esposa de Marcilio, Aline Aparecida Perez Gomes, de 33 anos, e o filho do casal, de apenas 7 anos, foram encontrados mortos. As vítimas estavam em cima de um cama de um dos quartos da casa.

Foram localizadas várias cápsulas e uma caixa de munições no quarto, além de rastros de sangue que levavam até a varanda da casa, onde o homem foi encontrado.

Maurílio foi socorrido por uma equipe do Samu ele foi levado para o HR onde passou por uma laparotomia, que é uma cirurgia na região abdominal, já que ele apresentava pelo menos duas perfurações provocadas por tiros na barriga. Em estado grave ele permaneceu até a noite de hoje quando a morte dele foi anunciada.

Homem que matou a esposa e o filho morre em hospital depois de tentar tentativa de suicídio

Comentários