O Hospital Cassems Nova Andradina está fornecendo, para beneficiários e comunidade em geral, a realização de exame toxicológico. Trata-se de procedimentos realizados para a detecção de drogas no organismo do indivíduo. Pode-se buscar tanto substâncias lícitas quanto ilícitas, em uma janela de detecção variável.

Por meio dele, é possível perceber os psicoativos utilizados nas últimas horas ou dias. O gerente do Hospital Cassems Nova Andradina, Eliezer Branquinho, explica que, ainda na realização dos exames toxicológicos para comunidade em geral, o plano de saúde preza pela humanização no atendimento. “Oferecemos esse exame para a população por um valor acessível e qualidade no serviço prestado. Sabemos que, mesmo durante uma pandemia, o mercado de trabalho se movimenta e esse procedimento pode ser exigido para uma contratação”. 

Ao admitir um novo funcionário na empresa é preciso realizar uma série de exames, muitos dos quais devem ser repetidos periodicamente para o acompanhamento da saúde do trabalhador e de sua competência para a realização da função. O exame toxicológico pode ser um deles, geralmente para ofícios em que o funcionário dirija, com o objetivo de conferir se o trabalhador está sob a influência de alguma substância psicoativa. 

O exame também é exigido para condutores de transportes de cargas, ônibus, micro-ônibus ou caminhões. A Lei Federal 13.103 , mais conhecida como Lei do Caminhoneiro ou Lei do Motorista, determina que seja feito o exame toxicológico de larga janela de detecção nos casos de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), alteração de categoria da CNH e renovação da CNH. 

Sarah SantosAscom Cassems

Comentários