Hospital de Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS). (Foto: Saul Schramm/Gov. MS)

Neste domingo (26), o HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, realiza a 2ª etapa do serviço de manutenção do sistema elétrico. Por conta disso, todas as visitas ficarão suspensas ao longo da maior parte do dia, com a exceção do CTI (Centro de Terapia Intensiva), que terá suas visitas às 20h30min mantidas.

A energia elétrica da unidade será desligada e o estabelecimento hospitalar funcionará com o auxilio de geradores e, por esse motivo, apenas serviços essenciais serão mantidos. De acordo com a assessoria de imprensa, a manutenção está agendada para começar às 7h30min, com duração prevista de 12 horas.

A primeira etapa da manutenção aconteceu no dia 10 de abril. A reforma vai trazer uma melhora significativa para a atualização da estrutura elétrica. Com a ampliação será possível fazer a climatização de enfermarias, do parque tecnológico e a instalação do novo equipamento de ressonância magnética.

Ao todo, o hospital mantém 377 leitos e 70 deles necessitam de suporte à vida por meio de equipamentos eletroeletrônicos. Um plano de contingência foi elaborado para que a assistência aos pacientes internados não seja prejudicada.

Ainda segundo o HRMS, toda a comunicação interna será feita por meio de telefones celulares e rádio comunicadores e os serviços administrativos, PABX, rede de computadores, lavanderia e afins não funcionarão. “Solicitamos a todos que não permaneçam nos arredores do hospital e não façam imagens aéreas com drones e que deixem as vias de acesso liberadas para a nossa equipe”, diz a nota da direção.

Um Gabinete de Comando de Incidentes foi montado com apoio do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e brigadistas do HRMS, para nortear todos os procedimentos e não prejudicar o atendimento aos pacientes. Além disso, os demais hospitais de Campo Grande ficarão sob alerta para eventual recepção de pacientes, caso haja necessidade.

Comentários