Paulo estava em cima do sofá amarrado pelas mãos com um fio branco que ia até o pescoço (Foto: Redes sociais)

Um idoso de 67 anos foi encontrado na noite de ontem (17), pela Polícia Militar, morto com um fio amarrado no entorno do pescoço e dos pulsos em sua residência, na Vila Progresso, Campo Grande.

De acordo com registro policial, Paulo Quezada Penha morava sozinho e não era visto desde às 19h deste sábado (16). Então, vizinhos acionaram a PM relatando o sumiço do morador.

Os policiais foram até o endereço do idoso, no no cruzamento da Rua Aparecida com a Frei Henrique de Coimbra, onde encontraram a casa escura e tudo trancado. Por uma janela quebrada os militares visualizaram a vítima em cima de um sofá e resolveram arrombar a porta, achando o idoso já sem vida.

Paulo estava em cima do sofá amarrado pelas mãos com um fio branco que ia até o pescoço. Não havia sinais de luta corporal no corpo do idoso, mas a suspeita inicial da polícia é de que alguém tenha amarrado a vítima, conforme apurado.

A última visualização de Paulo no WhatsApp foi no sábado (16), por volta das 21 horas.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento (Depac).

Comentários