Divulgação

Entre esta sexta-feira (10) e na madrugada de hoje (11), a Guarda Civil Metropolitana efetuou a fiscalização ostensiva em toda Campo Grande, sendo que 106 estabelecimentos foram orientados a fechar, 711 pessoas abordadas e encaminhadas as suas casas. E ainda, sete pessoas foram parar na delegacia por descumprir o decreto municipal do toque de recolher que começa às 20h e termina às 5h.

Um guarda municipal também acabou sendo baleado nesta sexta-feira. Após uma denúncia de briga na rua Rua Ronald de Carvalho, próximo ao cruzamento com a Avenida Guaicurus, a Polícia Militar foi acionada por volta das 23 horas e uma das testemunhas era o próprio guarda municipal de 37 anos. Ele contou que um dos envolvidos na briga dirigia um veículo Mercedes que chegou a sacar uma arma e disparar três vezes em sua direção.

Mas, o guarda municipal só foi perceber que tinha sido atingido ao chegar em sua residência. O ferimento foi na região da virilha e ele procurou atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Tiradentes.

O suspeito dos tiros foi localizado pela polícia, porém sem nenhuma arma de fogo. No entanto, os policiais perceberam a embriaguez do motorista que após fazer teste do bafômetro ficou comprovado o consumo de bebidas alcoólicas com 0,52 mg/l. Ele foi preso em flagrante.

Além disso, segundo Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) 16 estabelecimentos comerciais foram pegos com alvarás vencidos durante as ações e outros seis acabaram notificados por descumprir o decreto do toque de recolher que segue até o dia 8 de julho.

Comentários