19.8 C
Campo Grande
sábado, 20 de julho, 2024
spot_img

IR 2024: a um mês do prazo, mais da metade das declarações ainda não foram entregues

A Receita Federal havia recebido até a noite desta terça-feira 46,4% do total previsto de 43 milhões de documentos

Mais da metade dos contribuintes ainda não entregou a declaração do Imposto de Renda 2024 (Imposto de Renda da Pessoa Física). Falta um mês para o fim do prazo de entrega, que começou em 15 de março e terminará em 31 de maio.

Até as 20h45 desta terça-feira (30), a Receita Federal havia recebido 19.969.2878 declarações, 46,4% do total previsto de 43 milhões de documentos.

Em Mato Grosso do Sul, segue a estatística do país, foram entregues quase 300 mil declarações do Imposto de Renda 2024. Até o prazo final, são esperadas 623.365 declarações em todo o Estado.

Vale lembrar que está obrigado a fazer a declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 30.639,90, cerca de R$ 2,5 mil por mês, incluindo salários, aposentadorias, pensões e aluguéis.

O teto para rendimentos isentos e não tributáveis também mudou. Este ano, ele passou de R$ 40 mil para R$ 200 mil. Siginifica que muitos contribuintes com ganhos de capital, como a venda de imóveis, lucros e dividendos recebidos, indenizações por rescisão de contrato de trabalho e outros tipos de receitas, até o limite estabelecido, não estão obrigados a entregar a declaração.

Outro valor que saltou do ano passado para este foi o do limite de obrigatoriedade para declarar bens. Foi de R$ 300 mil para R$ 800 mil.

Quem não cumprir o prazo deverá pagar multa de 1% ao mês sobre o valor do Imposto de Renda devido.

Aqueles que entregarem a declaração até o dia 5 de maio poderão entrar no primeiro lote de restituição, marcado para o dia 31 de maio. A Receita Federal recomenda aos contribuintes que querem receber logo o valor que envie o documento até a data mesmo para aqueles que se encontram na lista de prioridades legais.

O contribuinte que se antecipar e entregar mais rápido a declaração tem chance de receber a restituição, caso tenha direito, nos primeiros lotes.

O primeiro será pago no dia 31 de maio. Os seguintes virão em 28 de junho, 31 de julho, 30 de agosto e 30 de setembro.

Pagamento de imposto

Já no dia 10 de maio, vence o prazo de envio da declaração para quem tem imposto a recolher e pretende optar pelo pagamento por meio de débito automático na primeira cota, ou na cota única.

Como fazer a declaração do Imposto de Renda?

Há três maneiras de fazer a declaração de ajuste anual do Imposto de Renda 2024, ano-calendário 2023. A forma tradicional é por meio do Programa Gerados da Declaração (PGD), o popular programa do IRPF, que pode ser baixado neste link.

Tela inicial do Programa do Imposto de Renda 2024; que pode ser baixado no site da Receita Federal — Foto: Reprodução / IRPF 2024 Receita Federal
Tela inicial do Programa do Imposto de Renda 2024; que pode ser baixado no site da Receita Federal — Foto: Reprodução / IRPF 2024 Receita Federal

O contribuinte pode optar também por fazer a declaração pela internet no site, que você acessa clicando aqui, ou pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para plataformas móveis (celulares e tabletes) dos sistemas Andoird (Google) e iOS (Apple) – clique nos links abaixo para baixar.

  • Clique aqui para baixar o aplicativo Meu Imposto de Renda para sistema Android
  • Clique aqui para baixar o aplicativo Meu Imposto de Renda para o sistema iOS

Para fazer a declaração no site ou no aplicativo, o contribuinte deve ter conta Gov.br de níveis prata ou ouro.

Em todas as três opções disponíveis, é possível fazer a declaração pré-preenchida. Funcionalidade inaugurada em 2001 e que ganha cada vez mais adeptos. Neste modelo, o sistema preenche todos os dados que tem relativos ao contribuinte (CPF) em sua base de dados.

Basta fazer o acesso com conta Gov.br de níveis prata ou ouro e clicar em “Iniciar declaração pré-preenchida”. Cabe ao cidadão checar e confirmar as informações antes de enviar o documento ao fisco. Lembrando que ao escolher fazer a declaração pré-preenchida, escolhendo a restituição via Pix, o contribuinte entre na fila de prioridades para receber a restituição.

Como baixar o programa do IRPF 2024?

O programa do Imposto de Renda 2024 está disponível e pode ser baixado neste link e o cidadão só precisa escolher a versão do sistema operacional para fazer o download. O sistema está disponível para as plataformas: Windows (presente na maioria dos computadores), MacOs (sistema operacional da Apple), Linux e a versão Multiplataforma.

Programa do Imposto de Renda 2024 está disponível para ser baixado no site da Receita — Foto: Reprodução / Receita Federal
Programa do Imposto de Renda 2024 está disponível para ser baixado no site da Receita — Foto: Reprodução / Receita Federal

Após baixar o arquivo em seu computador, basta clicar na versão executável do programa (.exe), que vai estar na pasta de Download do seu computador e clicar em instalar quando o programa abrir e seguir os passos.

Como consultar a restituição do Imposto de Renda 2024?

A restituição do Imposto de Renda 2024 terá ínicio em 31 de maio – último dia que o contribuinte terá para entregar a declaração – e será feita em cinco lotes, até setembro, sempre no último dia útil do mês.

No primeiro lote, recebem as pessoas que têm prioridade legal. São eles: contribuintes idosos acima de 60, contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Assim como ocorreu em 2023, quem fizer a declaração pré-preenchida e solicitar a restituição via Pix (desde que seja o número do CPF) entra na lista de prioridade para receber a restituição

Para consultar quando vai receber a restituição do Imposto de Renda 2024, o declarante com imposto a receber terá de esperar até 24 de maio, pelo menos, quando a receita vai liberar o sistema de consulta neste link.

Fale com a Redação