Projeto 'Jornada das Profissões da UEMS'. (Foto/Divulgação)

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) desenvolve, desde o mês de outubro de 2021, o projeto ‘Jornada das Profissões da UEMS’, um projeto de extensão composto por oficinas direcionadas junto a estudantes de diversas escolas da rede estadual de ensino.

O projeto é coordenado pela profa. Dra. Adriana Rochas de Carvalho Fruguli Moreira e conta com a apoio de diversos docentes e acadêmicos da UEMS, de diversas Unidades Universitárias. Em recente balanço de ações, a coordenação do Feira das Profissões da UEMS informou que já foram atendidos 822 alunos e alunas do ensino médio de 6 escolas, em diferentes municípios do Estado. 

As escolas estaduais que receberam as ações do projeto: E.E. Presidente Vargas (Dourados), E.E. Presidente Médici (Naviraí), E.E. José Garcia Leal e E.E. Manuel Gracia Leal (Paranaíba), e E.E. mendes Gonçalves e E.E. Joaquim Murtinho (ambas de Ponta Porã). A coordenadora destaca que a aceitação e parceria das direções das referidas escolas foram um fator muito positivo e que favoreceu o transcorrer das atividades.

Jornada das Profissões da UEMS já atendeu mais de 800 estudantes em Escolas do MS
Atividade na E.E Presidente Vargas, em Dourados/MS. A escola tem o maior número de alunos do ensino médio no MS

“Destaco a recepção da direção e coordenação das escolas envolvidas em relação às ações do projeto junto aos alunos do 3º do ensino médio. No contato com os gestores das unidades escolares ficou evidenciada a importância das oficinas num momento decisivo das escolhas futuras destes estudantes após a conclusão dos estudos escolares”, informou Adriana Rochas. 

É importante citar que este é um projeto piloto e que “o objetivo é estender o Jornada das Profissões a todos os municípios onde haja uma unidade física da UEMS”, de acordo com a docente da Universidade. As ações são desenvolvidas em 3 momentos, com uma breve apresentação do projeto, seguido pela apresentação de um vídeo, contendo uma animação informacional com o personagem fictício Pedro na escolha de uma profissão, como acadêmico da UEMS, num trilhar do conhecimento. “Logo após, são desenvolvidas atividades de interação junto aos estudantes nos quais são confeccionados, por eles próprios, um conteúdo de como eles se enxergam na escolha de cursos ofertados pela UEMS”, explicou Adriana Rochas.

A importância destas ações junto aos estudantes do Ensino Médio podem ser compreendidas na fala do professor José Henrique Prado, coordenador do Projeto AJA/MS (Avanço do Jovem na Aprendizagem em Mato Grosso do Sul) da E.E. Joaquim Murtinho de Ponta Porã. “O projeto Jornada das Profissões foi uma experiência muito importante para os estudantes matriculados no AJA da nossa escola, pois forneceu uma orientação dos caminhos pós-ensino médio, trazendo horizontes importantes para estes alunos sobre o ensino superior. É essencialmente válido uma Universidade pública adentrar as escolas públicas mostrando um caminho de educação superior gratuita e com qualidade”, enfatizou Prado.

De acordo com ele, 3 estudantes da E.E Joaquim Murtinho, de Ponta Porã, após a apresentação do Jornada das Profissões UEMS, se inscreveram para o Vestibular UEMS 2022 para cursos da Unidade de Ponta Porã. “Eles receberam informações sobre bolsas, pois uma grande preocupação dos estudantes é justamente como obter auxílio financeiro para cursar o ensino superior. Essa questão é muito relevante para a maioria destes alunos. Neste sentido, um projeto como esse, que explica e orienta nossos estudantes, também os aproxima da Universidade”, destacou o coordenador do AJA da Escola de Ponta Porã.

Jornada das Profissões da UEMS já atendeu mais de 800 estudantes em Escolas do MS
Ação realizada na E.E. Joaquim Murtinho, localizada em Ponta Porã/MS

O AJA é desenvolvido nas escolas da Rede Estadual sob chancela da Secretaria de Estado de Educação (SED) e tem o objetivo de atender os jovens estudantes entre 15 a 17 anos com distorção de idade/escolaridade, possibilitando o acesso ao sistema educacional e à complementação dos seus dos seus estudos de forma integrada, qualificada e participativa, proporcionando ao jovem estudante um ensino diversificado que ofereça o crescimento intelectual e científico, atendendo às perspectivas iniciais no mundo do trabalho.

Comentários