Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) são candidatos a prefeito de Macapá. Reprodução/Facebook/Arte-UOL

Os candidatos Josiel (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) vão disputar o segundo turno das eleições em Macapá, capital do Amapá. Josiel teve 29,47% dos votos válidos e Dr. Furlan teve 16,03% dos votos válidos. Foram apurados 100 % das urnas. O segundo turno está marcado para o dia 20 de dezembro.

Empresário e jornalista, Josiel (DEM) tem 47 anos, é casado e disputou pela primeira vez um cargo no poder executivo. Ele é irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Em 2014, ele se elegeu suplente de Davi na Casa. Josiel também é presidente do Diretório do Democratas em Macapá.

Já o médico Antônio de Oliveira Furlan, Dr. Furlan (Cidadania), tem 47 anos, é casado, tem sete filhos e fez carreira em São Paulo. Ele está em seu terceiro mandato como deputado estadual pelo Amapá.

Adiamento

O TRE-AP informou que algumas seções eleitorais foram remanejadas em razão da necessidade de uniformizar a quantidade de eleitores nas seções eleitorais.

O processo eleitoral em Macapá foi adiado devido ao apagão energético no dia de 3 novembro, que afetou o estado, após um incêndio ter destruído três transformadores e uma subestação de energia na capital do Amapá. Por mais de três semanas, o apagão e a instabilidade no fornecimento de energia provocaram desabastecimento de luz, água e perdas de alimentos.

Diante da situação, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou pedido do tribunal regional (TRE-AP) e, no dia 12 de novembro, anunciou que o pleito na capital do estado seria adiado. O TRE-AP informou que as eleições transcorreram normalmente nos demais municípios amapaenses.

Comentários